Policiais civis e Secretaria de Segurança Pública divergem sobre adesão à greve em São Paulo

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Secretaria de Segurança Pública e o comando de greve dos policiais civis do Estado de São Paulo apresentam números diferentes em relação à quantidade de delegacias paradas no quarto dia de greve. Segundo os grevistas, na capital, 70 das 93 delegacias aderiram à paralisação; no interior, o número de adesões à greve teria chegado a 100%. No entanto, segundo o governo estadual, a adesão na capital está abaixo de 30% e no interior menos de 40%.

O comando de greve afirma que está seguindo a determinação da Justiça do Trabalho, de que 80% do quadro de funcionários continuem trabalhando e, com isso, apenas as ocorrências de menor relevância, como perdas, não estariam sendo registradas.

Caso não consiga registrar a ocorrência na delegacia civil, a Secretaria de Segurança Pública está orientando a Polícia Militar para que encaminhe os registros ao Ministério Público. O comando de greve afirma que essa medida não funcionará como alternativa, pois seria inviável se todas as ocorrências fossem encaminhadas aos promotores, que ficariam sobrecarregados e, além disso, os promotores não têm atribuições de realizar procedimentos de agentes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos