Receita apreendeu R$ 2,7 milhões em CDs e DVDs no primeiro semestre

Daniel Lima
Da Agência Brasil

O aumento da fiscalização e o combate à pirataria têm coibido a venda irregular de filmes, músicas e programas de computador, como mostram números da Receita Federal. A estimativa é de que neste ano caia ou pelo menos se mantenha o volume de mídias gravadas apreendidas.

Segundo a Receita Federal, o total de CDs e DVDs apreendidos no primeiro semestre de 2008 chega a R$ 2,7 milhões ou 36,89 % do que foi apreendido em todo o ano de 2007 e 41,18% em comparação aos 12 meses de 2006.

Pelos números da Receita, de janeiro a junho deste ano foram apreendidas 265.771 unidades e 1,5 tonelada de mídias. Em 2007, foram 4.182.785 unidades e 12,6 toneladas. Em 2006, as mídias gravadas apreendidas chegaram a 5.048.217 unidades.

A totalização de material apreendido pode ser feita por peso ou por unidade, dependendo de quem faz a apreensão. O material apreendido é destruído depois de concluída a ação judicial. Enquanto o processo está em andamento CDs e DVDs irregulares são elementos de prova.

As ações da Receita Federal são realizadas em conjunto com outros órgãos como a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal.

Ontem, em São Paulo, na Rua 25 de Março em São Paulo, por exemplo, uma força-tarefa de 500 pessoas realizou mais uma etapa da operação Anúbis.

A operação, segundo a Receita, vem sendo realizada há mais de dez dias em dezenas de pontos do interior, no litoral paulista e em galerias da Avenida Paulista.

Foram apreendidas todas as mercadorias sem nota fiscal ou sem autorização comprovada de importação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos