Dirigente de futebol ajuda em negociação com jovem que mantém ex-namorada refém

Rodrigo Bertolotto
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 17h10

O superintendente de futebol do São Paulo e vereador eleito Marco Aurélio Cunha entrou às 17h04 desta quinta-feira no apartamento em Santo André onde um jovem mantém a namorada refém há três dias para ajudar nas negociações com o seqüestrador.

O cartola foi ao local acompanhado de um advogado a pedido do presidente do clube, Juvenal Juvêncio, depois que o jovem usou uma camisa do time para tampar uma janela.

Cunha recebeu instruções da Polícia Militar antes de entrar no apartamento do CDHU.

Lindemberg Fernandes Alves, de 22 anos, invadiu na segunda-feira o apartamento onde a adolescente de 15 anos mora com a família. Armado, ele rendeu a garota e dois amigos e uma amiga dela que estavam no local e já foram libertados. Nesta quinta-feira, a amiga voltou ao apartamento na tentativa de auxiliar nas negociações.

Alves teria cometido o crime porque estava inconformado com o fim do namoro. Na quarta-feira, ele havia prometido libertar a ex-namorada qapós o almoço, mas voltou atrás.

Os familiares do seqüestrador e da vítima acompanham o trabalho da Polícia Militar no local. Este é o caso mais longo de cárcere privado no Estado de São Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos