Empresa que teve ônibus queimados pelo tráfico no Rio ganha ação contra o Estado

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Justiça do Rio de Janeiro condenou o Estado a indenizar a empresa de ônibus Rio Ita, que teve oito ônibus incendiados por ordem de traficantes, em 30 de setembro de 2002. A decisão foi da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJ). Segundo nota, o valor da indenização será definido após exame pericial.

Na data, vários bairros cariocas e municípios da região metropolitana foram palco de ataques comandados de dentro do presídio Bangu 1, em uma ação que ficou conhecida como "Dia do Medo".

Os desembargadores que julgaram o caso concluíram que houve "omissão por parte do Estado, que, mesmo informado com antecedência sobre os atos de vandalismo, não tomou nenhuma atitude para assegurar a ordem pública".

Segundo nota do TJ, uma semana antes do episódio, o então secretário de Segurança, Roberto Aguiar, recebeu uma gravação através do Ministério Público Estadual. Nela, dois traficantes, um deles preso em Bangu, combinavam parar o comércio, principalmente na zona sul, em represália ao isolamento dos líderes do Comando Vermelho no Batalhão de Choque da PM.

Em depoimento, promotores confirmaram a entrega do áudio com a interceptação telefônica e afirmaram que o secretário teria se comprometido a adotar as "medidas cabíveis".

"As autoridades estaduais de segurança simplesmente não fizeram coisa alguma especificamente para coibir, enfrentar, dificultar, desestimular a ação ameaçadora dos bandidos. E havia uma indicação importante, uma segunda-feira, a 'segunda-sem-lei'. E não fizeram o que podiam e deviam fazer: acionar os serviços de inteligência e investigação, planejar a atuação ostensiva das Polícias Civil e Militar e torná-la efetiva em todas as áreas já mapeadas e de atuação dos Batalhões da PM", criticou o desembargador e relator do processo, Siro Darlan, por meio de nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos