Em greve, policiais civis de São Paulo marcam duas novas manifestações

Elaine Patricia Cruz
Repórter da Agência Brasil
Em São Paulo

Os policiais civis de São Paulo, em greve há mais de um mês, anunciaram hoje (20) duas novas manifestações para cobrar do governo um reajuste salarial para a categoria. A primeira delas está marcada para a próxima quinta-feira (23), às 13h, na Assembléia Legislativa.

No dia 30 de setembro, os policiais civis já haviam feito uma manifestação na plenária da Assembléia Legislativa pedindo que alguns deputados estaduais intercedessem nas negociações com o governo paulista.

A segunda manifestação foi marcada para o dia 29, às 14h, na Praça da Sé. No mesmo dia e hora, policiais civis de todo o país devem fazer uma paralisação de duas horas como forma de demonstrar apoio aos policiais paulistas.

A categoria pede reajuste de 15% este ano, retroativo a 1º de março (data-base da categoria), mais 12% em 2009 e outros 12% em 2010. Também cobra a incorporação do adicional de local de exercício ao salário, aposentadoria especial e reestruturação da carreira. O governo ofereceu uma proposta de reajuste de 6,2%, que não foi aceita pelos policiais civis.

Na semana passada, a intenção dos policiais civis de ir até ao Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, para forçar a retomada de negociações com o governo, terminou em confronto com policiais militares. Mais de 20 pessoas ficaram feridas no confronto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos