Corpo de vereador assassinado é enterrado no Rio

Da Agência Brasil
Em Brasília

O corpo do vereador Alberto Salles (PSC-RJ) foi enterrado na manhã de hoje (22) no Ccemitério Jardim da Saudade, em Sulacap. O vereador foi vítima de um atentado na avenida Ayrton Senna, Barra da Tijuca, na segunda-feira (21). Alberto Salles levou três tiros na cabeça e morreu no hospital Lourenço Jorge. O motorista do vereador foi baleado no ombro e não corre risco de morte.

De acordo com a polícia, o vereador foi executado a mando de criminosos. O presidente regional do PSC, Ronald Ázaro, que esteve no velório do vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, lamentou a morte de Salles e fez críticas ao Poder Público.

  • Divulgação/Câmara Municipal do Rio de Janeiro

    Vereador Alberto Salles, de 36 anos, é vítima de atentado a bala no Rio de Janeiro e corre risco de morte

"Nós nos sentimos impotentes por conta da ousadia desses criminosos. Alberto Salles teve coragem de enfrentar e denunciar, mas não obteve resposta do Poder Público para protegê-lo como autoridade legislativa."

Em agosto, um assessor do vereador foi baleado quando saía de um centro social do parlamentar, na Pavuna. Naquela época, Alberto Salles pediu proteção à Polícia Federal, porque estava sendo ameaçado por traficantes da comunidade Mundial, em Honório Gurgel.

O parlamentar teria se recusado a dar um fuzil aos traficantes para que pudesse fazer campanha na comunidade. O vereador cumpria o segundo mandato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos