Lobão diz que relatório sobre o pré-sal será apresentado depois do segundo turno

Yara Aquino
Repórter da Agência Brasil
Em Brasília

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou hoje (22) que a exploração do petróleo da camada pré-sal permanece "viável e altamente rentável", apesar da queda mundial no preço do barril do petróleo.

"O pré-sal é uma área de concentração intensiva de petróleo. Ele é mais viável do que qualquer outro setor. Não há o risco de uma exploradora colocar uma sonda na região do pré-sal e não retirar petróleo em grande quantidade", disse ao chegar ao Palácio do Planalto para a cerimônia de comemoração dos 20 anos da Constituição.

Segundo Lobão, o relatório da comissão interministerial criada para estudar a exploração do petróleo já está concluído, e será apresentado ao presidente Lula após o segundo turno das eleições municipais.

"No instante que for concluído o segundo turno, apresentaremos ao presidente Lula as alternativas e ele decidirá", disse o ministro.

Corte não ameaça ministério
O possível corte no orçamento dos ministérios não assusta o ministro de Minas e Energia. Segundo Lobão, a pasta concentra obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) e, por isso, deve ficar fora de possíveis reduções de verba.

"Na minha pasta estão as obras do PAC e as obras do PAC não sofrerão cortes de nenhuma natureza. Os cortes que podem surgir serão com custeio e minha pasta é a que tem menos recursos para custeio", disse.

Ontem (21), em discurso em São Paulo, o presidente Lula sinalizou que orçamentos de ministérios podem ser reduzidos caso a crise financeira abale significativamente o Brasil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos