Bombeiros resgatam homem de poço em MG após mais de 30 horas

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 18h33

O Corpo de Bombeiros resgatou por volta das 18h desta terça-feira (28) José Francisco da Silva, de 63 anos, que ficou mais de 30 horas preso no fundo de uma cisterna num sítio da cidade de Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte (MG). O poço tem 85 centímetros de diâmetro e 23 metros de profundidade.
  • Rodrigo Clemente/O Tempo/AE

    O pedreiro José Francisco da Silva, de 63 anos, estava consciente ao ser resgatado e apresentava ferimentos nos pés e nas pernas


Mais de 30 homens dos bombeiros estão no local. José saiu consciente e acenou com a mão para as pessoas que acompanhavam o trabalho de resgate. Segundo os bombeiros, ele não apresentava fraturas aparentes, apenas ferimentos na região das pernas. A vítima será levada de helicóptero ao hospital João 23, centro de tratamento de politraumatismo em Belo Horizonte, para fazer exames.

O homem realizava um serviço na manhã de ontem e, dentro da cisterna, sua perna ficou presa em uma pedra de grandes proporções. O trabalho de resgate estava acontecendo de forma intermitente na tentativa de fragmentar a pedra. Como a estrutura do local estava fragilizada, os bombeiros optaram por fazer um trabalho cauteloso, portanto mais lento. Foi usada uma bomba de sucção para evitar que o nível da água subisse. A vítima recebeu soro e água enquanto permaneceu preso no poço.

A família de José acompanhou o resgate. Emocionada, sua mulher aproximou-se da maca para conversar com o marido enquanto ele aguardava o helicóptero dos bombeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos