Comissão do Senado aprova obrigatoriedade de creches em conjuntos habitacionais

Da Agência Senado

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE) aprovou, nesta terça-feira (28), proposta que tem por objetivo tornar obrigatória a construção de creches nos conjuntos habitacionais financiados com recursos do Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social e que sejam destinados à população de baixa renda. O texto aprovado é um substitutivo do senador Marconi Perillo (PSDB-GO) a projeto de lei (PLS 69/08) da senadora Marisa Serrano (PSDB-MS).

Senado aprova freqüência mínima de 75% para ensino superior

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal aprovou nesta terça-feira (28) a proposta que determina freqüência mínina de 75% do total de horas letivas para a aprovação dos alunos das instituições de ensino superior


O texto aprovado determina que "a concessão de financiamentos públicos para projetos de construção de conjuntos habitacionais de interesse social de grande porte fica condicionada à inclusão, no projeto urbanístico, de estabelecimento de educação infantil, quando o sistema de ensino público não dispuser de infra-estrutura adequada para absorver a correspondente demanda". O relator defendeu que a lei decorrente do projeto entre em vigor na data de sua publicação.

Durante o debate da matéria na CE, os senadores Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), Ideli Salvatti (PT-SC) e Renato Casagrande (PSB-ES), entre outros, abordaram a questão da manutenção e do custeio das creches. A autora do projeto lembrou que, pela lei, a educação das crianças em idade de creche é obrigação das prefeituras.

Quanto à questão levantada por esses senadores de que as creches podem virar "elefantes brancos" (prédios vazios) caso as prefeituras não assumam a manutenção dos estabelecimentos, o presidente da comissão, senador Cristovam Buarque (PDT-DF), disse acreditar que, construídas as creches, a comunidade irá pressionar as prefeituras para fazê-las funcionar.

Marisa Serrano argumentou durante a reunião que, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, a falta de investimentos em educação infantil é uma das causas do aumento da criminalidade e, ainda, onera o Estado. A oferta de equipamentos urbanos e comunitários, incluindo serviços públicos adequados aos interesses e às necessidades da população, está prevista no Estatuto da Cidade, lembrou ainda a senadora.

O projeto segue agora para a Comissão de Assuntos Sociais (CAS), onde receberá decisão terminativa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos