Copacabana Palace é tombado pelo Patrimônio Cultural do Rio

Da Agência JB
No Rio de Janeiro

  • Reprodução/Arquivo Folha Imagem

    A atriz francesa Brigitte Bardot no terraço do Copacabana Palace em 1964, em foto que faz parte do livro "Copacabana Palace - Um Hotel e Sua História". Reis, artistas internacionais e políticos costumam se hospedar no local

O prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, publicou nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial o tombamento definitivo do Hotel Copacabana Palace. Com o decreto, o prédio de 85 anos, assim como seus anexos, fica protegido e quaisquer obras em suas instalações deverão ser aprovadas pelo Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural do Rio de Janeiro.

Estão incluídos no tombamento todos os elementos arquitetônicos e decorativos, internos e externos, relevantes da tipologia estilística. O decreto determina ainda que nenhum engenho publicitário ou toldo poderá encobrir total ou parcialmente os elementos arquitetônicos de significação cultural que façam parte das fachadas do imóvel.

O hotel é um marco na ocupação e na paisagem de Copacabana e muito contribuiu para a projeção internacional do Rio. Reis, artistas internacionais e políticos costumam se hospedar no local.

Em caso de sinistro, demolição não autorizada ou obras que resultem em descaracterização do imóvel tombado, o órgão de tutela pode estabelecer a obrigatoriedade de reconstrução ou recomposição do bem, reproduzindo suas características originais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos