Prefeitura de SP desiste de aumentar restrição à circulação de pequenos caminhões

Guilherme Balza
Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Secretaria Municipal de Transportes de São Paulo anunciou nesta quinta (30) que serão prorrogadas por seis meses as atuais condições de tráfego de pequenos caminhões, os Veículos Urbanos de Carga (VUC), dentro da Zona Máxima de Restrição à Circulação (ZMRC) na capital paulista.

Os VUCs são caminhões com no máximo 6,30 m de comprimento e 2,20 m de largura, mais apropriados para o transporte de carga dentro das cidades. De segunda à sexta, dentro da zona máxima de restrição, os pequenos caminhões podem circular somente de 10h a 16h e de 21h a 5h. Aos sábados, o trânsito destes veículos é liberado antes das 10h e depois das 14h. Somente aos domingos os VUCs podem circular livremente, em qualquer período do dia.

Além da restrição por horário, o trânsito dos VUCs também é delimitado pelo último número da placa: os veículos com placa de final par só podem circular em dias pares; os de final ímpar, estão liberados no dia ímpar. Os VUCs também são obrigados a respeitar o rodízio municipal no centro expandido de São Paulo, válido para todos os veículos, exceto as motos.


As restrições à circulação de veículos em SP


Em decreto publicado no dia 17 de junho de 2008, o prefeito Gilberto Kassab estabeleceu, dentre outras normas, que a partir de 1º de novembro os VUCs não poderiam mais circular na ZMRC das 10h às 16h, de segunda à sexta-feira, o que aumentaria a restrição de circulação a partir de sábado.

Um parágrafo do mesmo decreto, entretanto, permitia à Secretaria Municipal de Transportes postergar a alteração para daqui a seis meses, caso as condições de trânsito melhorassem nos horários de restrição.

Na nota publicada nesta quinta, a secretaria justificou a prorrogação, afirmando que os índices de lentidão foram reduzidos em mais de 30% em determinadas horas do dia, com a adoção de outras medidas para reduzir o trânsito.

Zona de restrição
A Zona Máxima de Restrição à Circulação (ZMRC) foi criada para controlar somente o tráfego de caminhões, seja de pequeno, médio ou grande porte. Nos horários de restrição, os caminhões ficam impedidos de circular dentro dessa área, mas podem trafegar normalmente nas vias que a delimitam - como, por exemplo, as marginais Tietê e Pinheiros -, desde que respeitem as regras do rodízio municipal de veículos.

Dentro da zona de restrição existem, ainda, avenidas em que a circulação é determinada por meio de normas específicas, regulamentadas em portarias da Secretaria Municipal de Transportes, como por exemplo as avenidas Paulista, 23 de Maio e Alcântara Machado.

Centro expandido
O centro expandido é a região afetada pelo Programa de Restrição ao Trânsito de Veículos Automotores, também conhecido por rodízio municipal de veículos, que também atinge caminhões (de pequeno, médio e grande porte).

Dentro do centro expandido, a circulação de veículos é restrita de segunda à sexta, das 7h às 10h e das 17h às 20h, inclusive nas vias delimitadoras. O que determina a restrição da circulação dos veículos - inclusive caminhões de pequeno, médio e grande porte - é o final de cada placa.

Não circulam:
Segunda: veículos com placa com finais 1 e 2
Terça: 3 e 4
Quarta: 5 e 6
Quinta: 7 e 8
Sexta: 9 e 0

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos