Policiais em greve pedirão 'voto consciente' aos deputados em SP

Ivy Farias
Da Agência Brasil
Em São Paulo

Os policiais civis do Estado de São Paulo, em greve desde o dia 16 de setembro, anunciaram que vão amanhã (4) à Assembléia Legislativa para pedir aos deputados estaduais um "voto consciente" no projeto de lei enviado pelo governo que prevê um reajuste de 6,5% para a categoria a partir do dia 1º de janeiro de 2009.

"Estamos aguardando a discussão das emendas desse projeto. Queremos que os deputados honrem os votos que receberam do povo e não sejam vítimas do voto do cabresto, que é ir de acordo com a vontade do governador", disse João Batista Rebouças, presidente do Sindicato dos Investigadores de Polícia do Estado de São Paulo.

Rebouças rebateu as acusações de que os grevistas são intransigentes e radicais. "Buscamos o diálogo desde o começo. Amanhã vamos à Assembléia para expor nossos motivos e mostrar que esta greve é legal e legítima. É um absurdo um reajuste de 6,5% enquanto a inflação bate na casa dos 7%", disse.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos