Na av. Paulista, bancários pedem liberação de crédito e preservação do emprego

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Os bancários, ao lado de metalúrgicos e outras categorias ligadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT), protestaram na manhã desta terca-feira (4) na avenida Paulista, em São Paulo.

Os trabalhadores pediram liberação de crédito por parte dos bancos e preservação do emprego nas instituições financeiras, em referência à fusão dos bancos Itaú e Unibanco.

Concentrados no vão livre do Masp por volta das 10h, eles saíram em passeata até a altura do número 1374 da avenida, onde fica a matriz do banco Real. Segundo o sindicato dos bancários, é neste prédio que fica o presidente da federação dos bancos (Febraban), Fábio Barbosa.

Os trabalhadores encenaram o ciclo econômico e criticaram medidas que "não garantem empregos e direitos aos trabalhadores". Os manifestantes entraram no hall do prédio, mas não foram recebidos pelo presidente da Febraban.

Segundo a Polícia Militar, a manifestação foi pacífica e terminou por volta das 12h. Cerca de 250 pessoas estiveram no local.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos