Polícia prende 59 acusados de fraudar serviço de telefonia no Sul do país

Marcus Vinicius Gomes
Especial para o UOL Notícias
Em Curitiba (PR)

Cerca de 200 policiais civis cumprem desde a manhã desta terça-feira (4) 73 mandados de prisão nos três estados da Região Sul do país (Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina). A operação, batizada de "Espectro" pelo Cope (Centro de Operações Policiais Especiais da Polícia Civil do Paraná) visa a um esquema de fraude no serviço de telefonia que pode ter causado prejuízo de R$ 7,5 milhões à operadora Brasil Telecom.

Até o final da tarde foram efetuadas 59 prisões (35 delas em Curitiba, entre eles o susposto líder da quadrilha), segundo balanço parcial da Secretaria de Segurança Pública. Outras 15 prisões ocorreram no interior do Estado e nove em Santa Catarina.

Os acusados pela fraude teriam criado uma espécie de "Central de Operadora Paralela" para diminuir a conta de cliente da operadora telefônica Brasil Telecom. Uma pequena parte do valor da conta era pago à operadora e o restante ficava com os bandidos. A casa onde ficava a central telefônica clandestina, em Curitiba, foi invadida pela manhã. O endereço não foi informado. A operação contou com o acompanhamento judicial da Vara de Inquéritos Especiais de Curitiba.

O delegado do Cope, Francisco Alberto Caricati, que chefia a "Operação Espectro", informou que a quadrilha obteve acesso ao sistema da Brasil Telecom e conseguia anular ou diminuir em 95% as contas telefônicas de residências e empresas nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A polícia encontrou com um casal preso em Cascavel, na Região Oeste do Paraná, 7 computadores (2 portáteis), pen-drives e um celular. Segundo Caricati, a investigação durou cerca de oito meses.

O secretário de Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, avaliou a operação como "extremamente profissional" e elogiou o uso da tecnologia no trabalho de investigação para desbaratar a quadrilha. "O uso das mais modernas técnicas de inteligência policial foi feito pelo Cope em conjunto com o Poder Judiciário, o que prova mais uma vez que a utilização da tecnologia no trabalho de investigação só faz com que a sociedade ganhe com isso", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos