Taxa de homicídios inverte tendência e cai na comparação de 2006 com 2003

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A taxa de homicídidos invertou a tendência que foi registrada de 1980 a 2003 no país, quando subiu de 13,3 mortes para cada 100 mil habitantes em 2000 para 28,6 mortes por cem mil habitantes em 2003. Em 2006, o índice baixou para 25,4 mortes por 100 mil habitantes.

A taxa caiu cerca de 12%, puxada principalmente pela redução em São Paulo e Rio.

Os homens são 92% dos mortos por homicídio. Em 2006, 43.665 homens foram assassinados.

Apesar da redução na taxa de homicídios, a violência externa é a terceira causa de mortes do país, segundo pesquisa divulgada hoje pelo Ministério da Saúde.

Ela fica atrás, apenas, dos casos de morte por doença circulatória e por câncer. De 1980 a 2006, o Brasil perdeu um total de 2,82 milhões de vidas devido a causa externas, segundo os dados do ministério.

Integram a estatística de mortes violentas os homicídios e os acidentes de trânsito.

Em 21/8, diretor do Instituto Sou da Paz discutiu no UOL razões da queda da violência em SP; assista

O Ministério da Saúde associa a redução a uma série de fatores, entre eles a campanha do desarmamento, o maior investimento em segurança pública e à migração da violência das grandes capitais para o interior, o que muda o perfil da violência, segundo o ministério.

O Sistema de Informações Hospitalares do SUS, que registrou 11,7 milhões de internações hospitalares no país em 2006 (70% do total), revela que 5,9% delas têm causas externas. O valor total gasto com internações por agressão foi de R$ 40 milhões, em 2006.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos