Criminosos explodem delegacia em Botucatu (SP); polícia investiga ligação com PCC

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizada às 17h

Um grupo de bandidos invadiu a Dise (Delegacia de Entorpecentes de Botucatu), no interior de São Paulo, por volta das 2h desta segunda-feira (10). Eles roubaram armas e drogas e, na fuga, explodiram o prédio, que funciona na rua Rodrigo do Lago, na região central do município. As informações são do jornal "Entrelinhas", de Botucatu.

Os policiais investigam se o PCC (Primeiro Comando da Capital), grupo com forte atuação na região, está envolvido com o crime. Botucatu, assim como Bauru e Marília, é rota do tráfico de drogas.
  • Vinicius dos Santos/Rádio Municipalista

    Segundo a vizinhança, por volta das 2h começou uma intensa movimentação dentro da delegacia

  • Vinicius dos Santos/Rádio Municipalista

    Cerca de 100 kg de drogas e armas de grosso calibre foram roubadas, de acordo com a Polícia Civil

  • Vinicius dos Santos/Rádio Municipalista

    Testemunhas afirmaram que ouviram duas explosões antes da fuga dos criminosos


Testemunhas afirmaram que, por volta das 2h da madrugada, notaram a movimentação de cerca de 8 a 10 pessoas dentro da delegacia, como de costume. A vizinhança, porém, não percebeu que a movimentação no interior da delegacia não era de policiais, mas sim de criminosos. A Polícia Militar, que costuma fazer rondas noturnas na região da Dise, não realizou a patrulha nesta madrugada.

Entre as 2h e as 5h30, os ladrões arrombaram um cofre onde estavam drogas, como maconha, cocaína, crack e ecstasy. Informações ainda não confirmadas oficialmente pela Polícia Civil indicam que 100 quilos de drogas foram roubados.

Os bandidos também arrombaram um segundo cofre, onde estavam armas de grande poder de fogo, como metralhadoras, fuzis, ponto 40, espingarda calibre 12, todas de propriedade Polícia Civil.

Os ladrões carregaram uma camionete S-10, preta, de cabine dupla, com a carga roubada e, antes da fuga, explodiram completamente o prédio, alugado pela Prefeitura de Botucatu e cedido à Dise. A explosão colocou abaixo todo o andar superior e provocou um pequeno incêndio, combatido pelo Corpo de Bombeiros. O andar superior da delegacia ficou totalmente destruído.

Segundo os vizinhos, duas explosões foram ouvidas antes de a camionete tomar a rua Campos Salles - que da acesso à Unesp - na contramão. No caminho, pedaços de madeira caíram do veículo. As polícias Civil, Militar e Rodoviária chegaram à Dise minutos depois. A partir das 9h, um helicóptero Águia 5 da Polícia Militar de Bauru chegou para auxiliar nas operações.

Uma unidade da Polícia Militar especializada em explosões também saiu da capital e está em Botucatu para investigar o ocorrido. Policiais civis em greve retornaram excepcionalmente ao trabalho.

De acordo com a Polícia Civil, a greve dos policiais, que conta com 100% de adesão em Botucatu, não possui qualquer relação com o fato de a Dise estar vazia durante esta madrugada. O sindicato da categoria garante que cumpre decisão judicial de manter pelo menos 80% de comparecimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos