Polícia afirma ter prendido líder de maior esquema de clonagem de cartões da AL

Do UOL Notícias Em São Paulo

A polícia prendeu na última quinta-feira (6), em um flat no Itaim Bibi (zona oeste de São Paulo), um uruguaio de 26 anos apontado como o líder do principal esquema de clonagem de cartões da América Latina.

Segundo a Delegacia de Repressão a Roubo a Bancos do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), o comerciante Hector Alejandro Ramos Ramires pode ter fraudado milhões de duas instituições financeiras brasileiras em um esquema montado em diversos países latino-americanos.

Ex-jogador de futebol, Ramires começou a trabalhar em uma empresa de tecnologia bancária após sofrer uma contusão, segundo a polícia. Lá, tomou conhecimento de detalhes sobre esquemas de segurança e começou a fraudar cartões de crédito e débito. Segundo o Deic, ele clonava cartões no Brasil e promovia saques em dinheiro em outros países, como Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile. A quantia que foi fraudada ainda não foi calculada pelas instituições que sofreram o golpe, afirma a polícia.

Junto com o suspeito foram apreendidos diversos cartões clonados. De acordo com a polícia, Ramires pagava um aluguel de R$ 4.000 no flat e possuía um carro esportivo de R$ 230 mil, que teria sido comprado à vista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos