Fazendeiro nega ser dono de terra onde missionária americana foi assassinada

Ivan Richard
Enviado especial da Agência Brasil
Em Altamira (PA)

O fazendeiro Regivaldo Pereira Galvão presta depoimento na Delegacia da Polícia Federal em Altamira (PA) nesta quarta-feira (19). Ele será ouvido no inquérito que investiga informações de uma ata do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) sobre uma reunião realizada no dia 28 de outubro, entre agricultores, assentados, representes do órgão, e o próprio Regivaldo. Segundo a ata, ele afirmou ter documentos de posse do lote 55, na zona rural do município de Anapu (PA), onde a missionária norte-americana Dorothy Stang foi assassinada em 2005.

O fazendeiro, conforme a ata, propôs a agricultores que vivem na região a troca de 2,5 mil hectares de floresta do lote 55 que seriam cedidos ao Incra por uma área de pasto de 500 hectares. Regivaldo contesta o conteúdo da ata, assinada pelo representante do Incra em Altamira, Ulair Batista Nogueira. Segundo o advogado do fazendeiro, o documento é uma fraude.

Sustentabilidade

Os PDS (Projetos de Desenvolvimento Sustentáveis), idealizados por Dorothy Stang, são exemplo de que é possível obter renda da floresta amazônica preservando a mata. A afirmação é da também missionária americana Jane Dnyer, que está em Anapu (PA) há 12 anos e mantém o trabalho na região desde o assassinato de Dorothy, em 2005

Hoje (19), ao chegar à delegacia, Regivaldo disse que apresentará documentos à PF, sem informar o conteúdo deles, e negou ser dono do lote 55. "A terra não me pertence, é mais uma mentira divulgada", disse o fazendeiro, que será ouvido pela delegada responsável pelo inquérito, Daniela Soares Araújo. O depoimento será acompanhado pelo procurador da República em Altamira, Alan Rogério Mansur Silva.

O fazendeiro é acusado de ser um dos mandantes do assassinato de Dorothy Stang. Ele chegou a ser preso, mas responde ao processo em liberdade. Regivaldo é o único dos acusados de participação no crime que ainda não foi a julgamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos