Procurador diz que espera condenação de Dantas, Humberto Braz e Chicaroni

Elaine Patrícia Cruz
Da Agência Brasil
Em São Paulo (SP)

O procurador da República Rodrigo de Grandis disse hoje (19), ao chegar à 6ª Vara Criminal Federal em São Paulo, que espera a condenação do banqueiro Daniel Dantas, do ex-presidente da Brasil Telecom Humberto Braz e do professor Hugo Chicaroni pelo juiz Fausto De Sanctis. Eles são acusados de tentar corromper um delegado da Polícia Federal para retirar o nome de Dantas das investigações da Operação Satiagraha.

Em suas alegações finais sobre o processo, já entregues ao juiz, o procurador confirmou ter pedido a condenação dos três réus, "porque existem provas suficientes do crime de corrupção ativa". Segundo ele, o Ministério Público Federal pediu pena severa, "bem acima do mínimo legal", que pode chagar a 12 anos de prisão.

Já a defesa dos acusados entregará hoje ao juiz memorial de cerca de 300 páginas também com suas considerações finais sobre o processo.

Segundo o advogado de Daniel Dantas, Nélio Machado, o documento é "uma radiografia de toda essa perseguição, demonstrando toda a violência e todas as ilegalidades do processos". Entre as irregularidades, o advogado citou a participação de agentes da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) na Operação Satiagraha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos