Polícia reforça efetivo policial contra saques em Santa Catarina

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis (SC)

A Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina determinou reforço no efetivo policial nas cidades atingidas pelas fortes chuvas no Vale do Itajaí e no litoral do Estado. Os 500 militares e os 300 civis enviados fazem parte da estratégia de conter saques que vêm acontecendo em estabelecimentos comerciais e residências das regiões.

O secretário de Segurança, Ronaldo Benedet, afirma que os furtos não se referem somente a objetos realmente necessários, como alimentos e roupas, mas a produtos sem utilidade para a situação, como eletrodomésticos.

"É um absurdo furtar uma televisão em um momento como esse, até porque boa parte desses locais está sem luz", raciocina, lembrando que os furtos não serão atenuados em caso de necessidade.

Há denúncias também de que proprietários de supermercados estariam superfaturando o preço de venda de alimentos e água. No entanto, nenhum caso foi comprovado.

"Nós estamos fiscalizando. Isso é comum quando há grandes catástrofes, mas não vamos permitir e vai ser autuado em flagrante quem se aproveitar da situação de fragilidade dos outros", ameaça Benedet.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos