Presidente da Rússia quer ampliar parcerias com Brasil

Isabela Vieira
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)

Em visita à capital fluminense, o presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, disse hoje (25) que quer ampliar relações com o Brasil, principalmente por meio do comércio de produtos de alta tecnologia, grandes indústrias e parcerias na área de energia.

Atualmente, o comércio entre os dois países é de U$ 5 bilhões, podendo chegar a U$ 6 bilhões ao final do ano. Segundo o chefe de estado russo, o valor pode subir ainda para U$ 10 bilhões até 2010.

Presidente russo visita o Rio de Janeiro


Em discurso no Palácio da Laranjeiras, Medvedev destacou o interesse na área de energia e lembrou que em 2009 a companhia petrolífera Gazprom instalará um escritório na cidade do Rio. A idéia é trocar informações sobre a exploração de petróleo em águas profundas.

O presidente russo defendeu também parceriais para construção de aviões, no setor aeroespacial, de energia nuclear e militar. A Rússia pretende vender ao Brasil equipamento militares, como os caças Sukhoi.

Para avançar em acordos comerciais, no entanto, o chefe de estado disse que é preciso melhorar o setor financeiro e tributário, com a aplicação de uma convenção sobre dupla tributação.

Nesse sentido, também disse que é preciso que os bancos russos e brasileiros, assim como os empresários dos dois países estreitem relações.

Em relação à crise financeira mundial, Medvedev disse que Brasil e Rússia têm desafios e perspectivas semelhantes e, por isso, devem dedicar esforço e cooperação para superar o cenário econômico atual.

No Palácio das Laranjeiras, o governador do Rio, Sérgio Cabral, anfitrião do encontro, destacou a produção de petróleo no estado, as recentes descobertas na camada pré-sal e aproveitou para pedir apoio à candidatura do Rio à sede das Olimpíadas de 2016. Segundo Cabral, três integrantes do Comitê Olímpico Internacional são russos.

Dmitry Medvedev chegou ontem (24) ao Rio e deve deixar o Brasil amanhã (26). Hoje pela manhã, prestou homenagem aos brasileiros vítimas da segunda guerra mundial, no Monumento aos Mortos, no Aterro do Flamengo.

De lá, seguiu para um encontro com o presidente da Petrobras, Sergio Gabrielli, na sede da empresa, onde falaram sobre o programa brasileiro de biodiesel. O presidente russo ganhou sementes de mamona e girassol, plantas utilizadas na produção de biocombustíveis.

Ainda esta noite, Medvedev se encontra com o presidente Lula, em um jantar no Palácio das Laranjeiras. Eles devem tratar de acordos de cooperação bilateral e problemas como a crise financeira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos