Banco anuncia medidas emergenciais para vítimas das chuvas em Santa Catarina

Alex Rodrigues
Da Agência Brasil
Em Brasília

Clientes do Banco do Brasil, em Santa Catarina, vítimas dos temporais que causaram destruição e mortes em vários municípios do Vale do Itajaí, poderão contar com crédito especial e renegociação de dívidas, entre outras medidas emergenciais autorizadas nesta terça (25) pelo conselho diretor da instituição.

Segundo nota divulgada hoje (26) pelo banco, pedidos feitos por moradores e empresários das áreas atingidas por enchentes e relacionados à recuperação dos danos causados pelas chuvas terão prioridade no atendimento.

Para as pessoas físicas, o Banco do Brasil estabeleceu linhas de créditos com condições diferenciadas de pagamento. As vantagens vão desde a redução dos encargos financeiros e prazos mais longos, à possibilidade de revisão do limite de crédito desses clientes.

A instituição também irá destinar R$ 500 milhões para as linhas de crédito na a compra de material de construção e na construção e reforma de imóvel residencial urbano. Além disso, o BB elevou o teto do empréstimo de R$ 20 mil para R$ 40 mil e reduziu as taxas de juros, dobrando o prazo de pagamento de 24 para 48 meses.

Para micro e pequenas empresas, o BB vai prorrogar o prazo da linha Proger Urbano Empresarial para até 84 meses, com nova carência de três meses para as operações prorrogadas e dispensa da entrada mínima de 10%. Na linha de capital de giro, os vencimentos de dezembro e janeiro próximos poderão ser prorrogados para o final do prazo, mantendo-se os valores das prestações. O volume disponível nas duas linhas para os catarinenses é de R$ 300 milhões.

Já para o setor do agronegócio, o Banco do Brasil vai disponibilizar R$ 100 milhões no financiamento para construção e reforma de benfeitorias em propriedades rurais e reposição de plantéis. O prazo para pagamento será de três anos. O banco também concederá crédito rural para custeio ea financiamento do replantio de lavouras atingidas, no montante de até R$ 150 milhões. Estará também disponível uma linha de crédito para refinanciar operações do BNDES no valor de R$ 50 milhões.

O Estado de Santa Catarina também receberá R$ 500 milhões em empréstimo consignado. Na área de seguridade, será implementado fluxo especial para regulação de acidentes e pagamento de indenizações para os ramos de seguros de vida, automóveis e ramos elementares. Por fim, um posto de atendimento para análise de seguros de vida será instalado na capital, Florianópolis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos