Lula e presidente russo assinam acordo para isenção de visto para cidadãos dos dois países

Júlio Trindade
Do UOL Notícias
No Rio de Janeiro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu homólogo russo Dmitri Medvedev assinaram nesta quarta-feira (26), no Rio de Janeiro, um pacote de acordos entre Brasil e Rússia nas áreas de tecnologia espacial, militar e turismo que prevê, entre outras coisas, o fim da exigência de vistos para cidadãos dos dois países na permanência de até 90 dias.

Lula e Medvedev assinam acordos


Os dois presidentes concordaram que o momento é propício para os países emergentes. "Essa crise financeira que vem afetando o mundo é uma oportunidade. Cerca de 75% do crescimento mundial hoje vem dos países emergentes, incluindo a Índia e a China", disse Lula. "Não podemos deixar que essa crise impeça nosso crescimento econômico e o crescimento de empregos. Não devemos tirar lágrimas, mas sim oportunidades. Esse é um acordo para que nossos povos possam sair mais fortes."

Além da isenção do visto, os dois países acordaram um Programa de cooperação no sistema russo de navegação por satélite, e um memorando de cooperação técnico-militar.

Medvedev destacou que as relações com o Brasil vão além da área econômica. "A integração entre os dois países também é boa para o esporte. Já existem escolas brasileiras de futebol na Rússia", brincou o presidente russo. "O Brasil é o maior parceiro da Rússia na América do Sul. Anualmente, a relação dos dois países gira na base dos US$ 6 bilhões e que isso deve aumentar, em 2009, para US$ 10 bilhões."

Lula também afirmou que a Rússia apóia a intenção do Brasil de se tornar membro permanente do Conselho de Segurança da ONU. O presidente brasileiro disse esperar que os acordos possam integrar mais os povo, e destacou o fim do visto entre os países.

O presidente brasileiro citou o Balé Bolshoi, que tem sede em Santa Catarina, como exemplo de sucesso de parceria entre os países.

Antes do pronunciamento dos dois líderes, os presidentes se reuniram com membros dos governos brasileiro e russo, como os ministros Celso Amorim, Franklin Martins, Orlando Silva Jr, Marco Aurélio Garcia e Nelson Jobim.

Medvedev segue para a Venezuela ainda nesta quarta-feira, onde se reunirá com Hugo Chávez.

Solidariedade às vítimas de Santa Catarina
Durante o encontro, o presidente Lula lamentou as mortes causadas pelas fortes chuvas em Santa Catarina, o que chamou de "tragédia". "Saio correndo daqui para Santa Catarina, prestar solidariedade ao povo que está sofrendo uma tragédia devido às chuvas que atingiram o Estado nos últimos meses", afirmou Lula, que sobrevoará hoje as áreas atingidas. O presidente russo, por sua vez, também prestou condolências às vítimas das chuvas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos