Cerca de R$ 1,5 bi podem ser liberados para vítimas de enchentes, diz CEF

Do UOL Notícias
Em Brasília

Atualizada às 16h50

A CEF (Caixa Econômica Federal) tem até R$ 1,5 bilhão para disponibilizar às vítimas da enchente em Santa Catarina. A cifra foi divulgada na tarde desta quinta-feira (27), pela presidente da entidade, Maria Fernanda Ramos.

Nesse montante estão incluídos recursos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), dinheiro para financiamento de imóveis, seguros residenciais, reformas e compra de eletrodomésticos, entre outras ações voltadas tanto para pessoas físicas como para jurídicas. No caso dos financiamentos, a verba pode ser liberada diretamente pela Caixa.

A liberação de dinheiro do FGTS depende de uma modificação no decreto atualmente em vigor. Ele estabelece um limite de saque de R$ 2,6 mil, mas há negociações para que esse valor chegue a dez salários mínimos, ou R$ 4,1 mil. Outra modificação necessária refere-se ao intervalo de tempo para que a autorização de novos saques do fundo de garantia. Atualmente esse prazo pode chegar 12 meses.

O problema desse período de carência é que trabalhadores de Santa Catarina já puderam sacar dinheiro do FGTS em situações recentes. "Em janeiro nós tivemos uma enxurrada em nosso Estado e algumas pessoas retiraram recursos do fundo de garantia agora, em outubro. É por isso que precisamos desburocratizar esse processo", disse a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), que participou de uma reunião na CEF para discutir a liberação dos recursos do FGTS.

Secretário da Fazenda de SC propõe isenção do ICMS nas doações às vítimas da chuva

Os itens que constam da proposta são alimentos, roupas, calçados, colchões, travesseiros, roupas de cama, medicamentos e água.


A primeira liberação de recursos do FGTS para Santa Catarina, por conta de desastres naturais, ocorreu em março de 2004. O processo mais recente ocorreu entre os meses de setembro e outubro, quando trabalhadores que foram vítimas de uma enxurrada ocorrida no final de janeiro puderam fazer saques. No total, foram atendidos 21 municípios, incluindo Florianópolis, São José, Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz.

Desde os o início do período atual de chuvas, em 12 municípios de Santa Catarina, os prefeitos declararam Estado de Calamidade Pública: Blumenau, Gaspar, Rio dos Cedros, Nova Trento, Camboriú, Benedito Novo, Pomerode, Luis Alves, Itajaí, Rodeio, Brusque e Itapoá.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos