Chuva deixa mais de 2.000 desalojados no Rio de Janeiro

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

O novo levantamento da Coordenação da Defesa Civil do Rio de Janeiro feito nesta segunda-feira (1) mostra que o número de desalojados em função das chuvas é de 2.050. Já o total de desabrigados é de 819.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil, as chuvas dos últimos dias já afetaram mais de 394 mil pessoas em todo estado do Rio, deixando ainda três mortos, sendo uma em Volta Redonda e duas em Rio Bonito. Os municípios mais afetados são Campos de Goytacazes e Rio Bonito.

Fuga e protesto

  • Leonardo Berenger/Folha da Manhã/AE

    Em Campos de Goytacazes, moradores do distrito de Ururaí ocupam acostamento da BR-101 após governo decretar estado de emergência na região

Em Campos, cerca de 5.000 pessoas foram afetadas e o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Pedro Machado, decretou situação de emergência nas áreas mais castigadas. Dois helicópteros da Polícia Civil - incluindo o "caveirão do ar", o novo helicóptero blindado da polícia - foram enviados para o município para ajudarem no socorro às vítimas.

Em Rio Bonito, 80 pessoas estão desabrigadas e 1.350 estão desalojadas. Mais de 150 casas foram destruídas e 144 sofreram danos. Segundo o relatório da Defesa Civil de Rio Bonito, cerca de 2.000 casas ainda correm risco de desabar devido à chuva.

Além de Rio Bonito, outras quatro cidades continuam em situação de emergência: Carapebus (norte), Silva Jardim (litoral), Paracambi (baixada fluminense) e Barra do Piraí (centro-sul).

As vítimas das chuvas precisam de doações de roupas de cama, roupas para crianças, alimentos, leite em pó e colchão. A prefeitura de Rio Bonito disponibilizou uma conta corrente para quem quiser efetuar doações: Banco do Brasil, agência 0627-0, conta corrente 15602-7.

Ponte é parcialmente interditada em Ururaí
A Autopista Fluminense, concessionária que administra a BR-101 no trecho da ponte Rio-Niterói até a divisa RJ/ES, informa que a ponte sobre o rio Ururaí, no km 75, na região de Campos dos Goytacazes, está parcialmente interditada por conta do aumento do nível de água do rio.

Automóveis ainda conseguem trafegar, mas veículos pesados estão sendo desviados pela avenida dos Ceramistas. Equipes da concessionária estão sinalizando os locais de desvio.

Quem vai no sentido Campos deve entrar no km 76 e quem vai no sentido Rio de Janeiro deve acessar o desvio pelo km 66, no trevo do Índio. A concessionária informa que a interdição parcial da ponte é uma precaução, uma vez que sua estrutura não apresenta problemas.

*Com informações da Agência JB e da Folha Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos