Defesa Civil pede que doações para SC sejam em dinheiro

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 18h10 de 02/12

A Defesa Civil de Santa Catarina pede que as doações às regiões atingidas pelas enchentes sejam feitas preferencialmente em dinheiro, já que é mais difícil acondicionar, transportar e distribuir os produtos nas áreas destinadas do que comprá-los em locais mais próximos.

Para tanto, a Defesa Civil disponibilizou nove contas bancárias. Qualquer quantia pode ser doada. Dúvidas sobre as doações em dinheiro poderão ser solucionadas no telefone gratuito 0800 48 2020.

Contas para doação aos atingidos pelas enchentes em Santa Catarina

BancoAgênciaConta Corrente
Banco do Brasil 3582-380.000-7
Besc068-080.000-0
Caixa Econômica Federal 187780.000-8
Bradesco0348-4160.000-1
Itaú028969971-2
Santander1227430000052
Sicoob10052008-7
Sicredi26033500-9
Banrisul013106.852725.0-5


O nome da pessoa jurídica é Fundo Estadual de Defesa Civil, CNPJ: 04.426.883/0001-57. A Defesa Civil faz um alerta aos que desejarem fazer o depósito que confiram com atenção o número das contas. O órgão informa que não envia mensagens eletrônicas com pedidos de auxílio.

Alguns dos municípios afetados também abriram contas próprias, cujos números podem ser consultados pelo número 199 na Defesa Civil de cada cidade.

Produtos para a doação

Higiene pessoalSabonetes, escovas de dentes, creme dental, rolos de papel higiênico, caixas de cotonetes, shapoo, pentes, toalhas de rostos, pacotes de absorventes, fraldas de adulto
LimpezaVassouras, rodos, panos de chão, baldes, sabão em pó, água sanitária, sacos de lixo (50 e 100 litros)
InfantisFraldas, mamadeiras com bico, brinquedos
DiversosVelas/fósforos, travesseiros, cobertores, pratos e copos de plástico (duráveis), talheres, colchões, sacos de plástico de 3 e 5 litros (sem ser de lixo, para condicinar kits de higiene pessoal) e lonas plásticas
  • Para fazer esse tipo de doação, os interessados de outras unidades federativas devem procurar as defesas civis dos respectivos estados.
Produtos de higiene, limpeza, alimentos não-perecíveis e outros
Além de valores em dinheiro, cujo recebimento é preferencial, a Defesa Civil também recebe produtos de higiene, limpeza e alimentos não-perecíveis(veja tabela ao lado).

Para fazer esse tipo de doação, os interessados devem procurar as defesas civis de seu Estado para se informar sobre os locais de arrecadação.

Alguns postos de doação

- Santa Catarina
Todos os 24 postos da PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Santa Catarina também recebem alimentos não perecíveis, colchões, roupas e agasalhos, que serão encaminhados à 8ª Superintendência da PRF, em Florianópolis. Juntamente com a Defesa Civil, a PRF providenciará a distribuição destes para as vítimas das enchentes em todo o Estado.

O Beto Carrero World, parque temático no litoral norte do Estado, também montou uma base de arrecadação de alimentos, roupas, medicamentos, colchões e cobertores. Qualquer doação pode ser enviada à rua Inácio Francisco de Souza, 1.579, na praia da Aclimação, na cidade de Penha. O telefone é (0/xx/47) 3261-2222.

Postos de doação também foram montados nos seguintes endereços:

  • Colégio Victor Hering
    Rua Antônio Cândido Figueiredo, 399, Bairro Vila Nova, Blumenau.

  • Fenarreco
    Rodovia SC-486, próximo à Havan, Centro, Brusque.

  • Parque da Marejada
    Avenida Vicotr Konder, sem número, Bairro Fazenda, Itajaí.

  • Arena Multiuso Jaraguá
    Rua Gustavo Hagedorn, sem número, Centro, Jaraguá do Sul.

  • Colégio Osvaldo Aranha
    Rua Lindóia, Bairro Glória, Joinville.

  • Depósito da Secretaria Regional
    Rua Nereu Ramos, 913, Centro, Timbó.

    A Defesa Civil pede que os doadores atentem para o estado dos produtos doados

    Os alimentos devem ser não-perecíveis, estar dentro do prazo da validade e não estar em embalagens violadas
    Colchões, cobertores, roupa de cama e travesseiros devem estar limpos, em bom estado de conservação e prontos para a utilização
    Roupas e calçados devem estar limpos e em condições de uso e não podem estar rasgados ou danificados. Os calçados devem estar completos, amarrados juntos e com a numeração marcada com caneta
    Os utensílios domésticos devem estar funcionando e em bom estado de conservação
    Os produtos de limpeza não devem ser acondicionados com alimentos e roupas para evitar contaminação. As embalagens não podem estar violadas.
    - São Paulo
    A arrecadação vai funcionar 24 horas na sede da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil (Comdec), na rua Afonso Pena, 130, no bairro Bom Retiro, e na sede da Cruz Vermelha Brasileira, na avenida Moreira Guimarães, 699, no bairro de Indianópolis, na região da Saúde. As defesas civis das subprefeituras receberão doações em horário comercial.

    Outros postos de arrecadação:

  • Colégio Santo Ivo
    Rua Paço da Pátria, 1705, Alto da Lapa.

  • Iolanda e Marcelo
    Avenida Henrique Franco, 135.

  • Limoeiro
    São Miguel Paulista pelo fone: (11)2025-7369.

  • ACM - Associação Cristã de Moços
    Avenida das Flores, 453 - Jd. das Flores - Osasco.

  • Restaurante Mostarda
    Av. Luis Carlos Berrini, 483, Brooklin Novo.

  • Escola Oriental de Massagem e Acupuntura
    Avenida Dioderichen, 1000, Jabaquara próximo ao metro Conceição.

  • Felicita Beauty
    Rua Dr. Cesário Mota Jr, 383, Vila Buarque.

  • Supermercado Papini
    Avenida Professor Papini, 232, Cidade Dutra.

  • Condomíno Jd. Office Tower
    Alameda Joaquim Eugênio de Lima, 881, Jardins.

    A Força Sindical Nacional também está recebendo doações. Eles pedem aos sindicatos e federações que colaborem com alimentos não perecíveis, roupas, água potável, artigos de higiene e calçados. A Força montou um posto de arrecadação em sua sede em São Paulo, na rua Galvão Bueno, 782, na Liberdade.

    A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também recebe doações de alimentos não perecíveis, roupas e cobertores nas estações de trem de maior movimento em São Paulo: Luz, Brás, Barra Funda, Osasco, Santo Amaro, Santo André.

    A Polícia Militar de São Paulo também está recebendo doações. A prioridade, segundo a assessoria da PM, é para a arrecadação de água potável. A doação pode ser feita em qualquer Batalhão da Polícia Militar. A relação completa de endereços está no site da Polícia Militar.

    Também é possível realizar doações no Depósito do Fundo Social da Solidariedade em São Paulo, na avenida Marechal Mário Guedes, 301, Jaguaré (das 9h às 16h).

    - Rio de Janeiro
    Além da Defesa Civil Municipal (Rua Visconde de Santa Isabel, 32, em Vila Isabel), as doações podem ser feitas na brigada de incêndio do prédio da Prefeitura do Rio de Janeiro (Rua Afonso Cavalcanti, 455, subsolo, na Cidade Nova) ou nos postos de arrecadação, conforme relação abaixo:

  • Núcleo da Defesa Civil em Irajá
    Avenida Monsenhor Félix, 512, Irajá.

  • Núcleo da Defesa Civil no Méier
    Rua Vinte e Quatro de Maio, 931, Méier.

  • Núcleo da Defesa Civil em Pedra de Guaratiba
    Rua Belchior da Fonseca, sem número, Pedra de Guaratiba.

  • Núcleo de Defesa Civil na Barra da Tijuca
    Avenida Ayrton Senna, 2001, Barra da Tijuca.

  • Coordenadoria de Área da Zona Norte
    Rua Luiz Coutinho Cavalcanti, 576, Guadalupe.

  • Coordenadoria de Área (Subprefeitura) de Copacabana
    Avenida Epitácio Pessoa, 3.000, Parque da Catacumba, na Lagoa.

  • Coordenadoria de Área da Ilha do Governador
    Rua Orçadas, 435

  • Administração Regional de Inhaúma
    Estrada Adhemar Bebiano, 3.151

    - Demais localidades
    Doações em dinheiro devem ser feitas em uma das contas correntes divulgadas acima. Para doar outros produtos, procurar a Defesa Civil do Estado.

    A Cruz Vermelha Brasileira também está recebendo doações em outros Estados. O endereço das outras filiais estão no site da entidade.

    Os 67 aeroportos do país também entraram na campanha de arrecadação de roupas, alimentos não perecíveis e produtos de higiene pessoal. Postos de coleta foram instalados nos terminais de passageiros. A Infraero fará o recolhimento e a embalagem das doações. O transporte das doações será realizado pelas companhias aéreas Gol e TAM.

    Doação de Sangue
    A Secretaria de Saúde de Santa Catarina divulgou a relação de locais onde é possível realizar doar sangue para as vítimas das enchentes. O horário de atendimento nos postos é das 7h30 às 18h30.

    Para doar, é necessário, entre outros itens, ter entre 18 e 65 anos, estar em boas condições de saúde e evitar alimentação gordurosa nas quatro horas que antecedem a doação. Confira os postos de coleta:

  • Hemoesc Florianópolis
    Rua Othon Gama D'eça, 756, Centro, Florianópolis. Contato: (0/xx/48) 3251-9711

  • Hemocentro Regional de Chapecó
    Rua São Leopoldo, 391, Quadra 1309, bairro Esplanada, Chapecó. Contato: (0/xx/49) 3329-0550

  • Hemocentro Regional de Joaçaba
    Avenida 15 de Novembro, 23, centro, Joaçaba. Contato: (0/xx/49) 3522-2811

  • Hemocentro Regional de Lages
    Rua Felipe Schmidt, 33, Lages.

  • Centro Hemoterápico de Blumenau
    Rua Marechal Floriano Peixoto, 300, anexo ao hospital Santa Isabel, no centro de Blumenau.

    Doação de Medicamentos
    Grandes quantidades de medicamentos devem ser entregues no Almoxarifado Central de Medicamentos, Rua Domingos Pedro Hermes, nº 15, município de São José (SC).

    Pequenas quantidade podem ser entregues na Secretaria de Saúde de Santa Catarina, Rua Esteves Junior, nº 160, Centro de Florianópolis. Os telefones de contato são (0/xx/48) 8843.8814 e (48) 3346.0668 (Gilberto), (0/xx/48) 9962-0916 (Hanna) e (0/xx/48) 8843-8823 (Winston).

    Voluntariado em Saúde
    Médicos, enfermeiros e profissionais da saúde em geral que desejarem atuar como voluntários poderão se cadastrar no site da Secretaria de Saúde de Santa Catarina.

    Contato: Doutora Gladis (coordenadora de regulação do SAMU), nos telefones (0/xx/48) 8843-8769 ou (0/xx/48) 9983-1918.

    Psicólogos devem ligar nos telefones (0/xx/48) 3244-4826 ou (0/xx/48)9989-4079.

    Mais informações no site www.voluntariosonline.com.br ou no telefone (0/xx/48)3222-1299.

    Voluntariado geral
    A Defesa Civil pede que as pessoas que quiserem colaborar com os trabalhos de logística, triagem e reposta às emergências busquem informações na seção 'Voluntários' do site www.desastre.sc.gov.br.

    A estimativa da Defesa Civil é que mais de seis mil voluntários já trabalham engajados nos processos de resposta e reconstrução do desastre.

    No endereço eletrônico os interessados encontram informações sobre como proceder. "É importante que as pessoas busquem informações antes de ir até uma Central de Arrecadação e Distribuição, já que em muitos pontos o número de voluntários é superior às necessidades, o que acaba prejudicando a organização das tarefas", explica o gerente de Defesa Civil, major Emerson Neri Emerim.
  • Receba notícias do UOL. É grátis!

    Facebook Messenger

    As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

    Começar agora

    Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

    UOL Cursos Online

    Todos os cursos