Dez casos suspeitos de leptospirose são notificados em Santa Catarina

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde de Santa Catarina já notificou dez casos suspeitos de leptospirose de Estado com as chuvas que assolam a região e já contabilizam mais de 100 mortes. De acordo com a secretaria, os pacientes foram encaminhados às unidades de Saúde de Blumenau e Ilhota neste fim de semana.

Saiba como e o que doar

Doença infecciosa febril, aguda e potencialmente grave, a leptospirose é uma zoonose transmitida principalmente pelo contato com a urina de roedores, como ratazanas e ratos de esgoto, e se manifesta com freqüência em situação de enchentes. Como não existe vacina para a doença, a melhor maneira de evitá-la é utilizando calçados e luvas impermeáveis, para reduzir ao máximo o contato com água ou lama contaminados.

Os sintomas da leptospirose costumam aparecer entre dois e 30 dias após a infecção, e as manifestações iniciais são febre alta de início súbito, sensação de mal estar, dor de cabeça constante e acentuada, dor muscular intensa, cansaço e calafrios. Dor abdominal, náuseas, vômitos e diarréia são freqüentes, podendo levar à desidratação.

Em cerca de 10% dos pacientes, a partir do terceiro dia de doença, surge icterícia (olhos amarelados), que caracteriza os casos mais graves. O diagnóstico é feito por meio de exame de sangue, e a recomendação é que, ao perceber um ou mais sintomas ligados à leptospirose, a pessoa procure o quanto antes um serviço de Saúde, para receber o devido tratamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos