Hospital de campanha deve priorizar atendimentos clínicos

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis (SC)

O hospital de campanha instalado em Santa Catarina começou a funcionar às 8h desta segunda-feira (1º). Devem ser realizados 400 atendimentos no local por dia - 200 por turno. A expectativa é que a maioria esteja relacionada a casos clínicos.
  • Jeferson Baldo/AFP

    O hospital de campanha montado em Itajaí começou suas atividades às 8h desta segunda



Saiba como e o que doar

Pela previsão, serão realizados cem procedimentos em clínica médica, cem em pediatria, cem em ortopedia, 50 em ginecologia e 50 em odontologia. "A gente tenta reduzir um pouco o fluxo de pacientes nas emergências da região, onde 60% pacientes buscam atendimento clínico", explica a secretária de Saúde, Carmem Zanotto.

Entre os casos clínicos, a possível incidência de um surto de leptospirose também preocupa, uma vez que, com as cheias, a urina do rato acaba transportada para dentro das casas pelas águas. "Temos alguns casos diagnosticados, mas são todos apenas suspeitas de contaminação", aponta Zanotto, prometendo que todo paciente que chegar à qualquer unidade de saúde será registrado, para posterior comprovação em laboratório.

Quem procurar o hospital de campanha deve passar anteriormente por uma triagem em outras unidades de saúde. Ninguém deve se dirigir diretamente ao local. "O paciente vai ser encaminhado por um técnico do município ou por um especialista que busca uma segunda opinião", esclarece.


Mesmo assim, nesta segunda-feira, foram registrados casos de pacientes que não conseguiram ser atendidos em postos ou hospitais e que tiveram que se deslocar sem intermediários à estrutura armada na margem da BR-101, entre Itajaí e Ilhota.

O local dispõe de raio-x, ambulatório e ultra-som, entre outros equipamentos. Há também uma farmácia, onde os pacientes retiram medicamentos assim que recebem suas receitas médicas.

A secretaria está cadastrando voluntários de todo o país, em diversas especialidades, pela página www.saude.sc.gov.br. Os prefeitos que precisarem de enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e médicos, entre outros profissionais, devem fazer contato com o órgão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos