Secretaria de Saúde alerta para cuidados com alimentos e água em Santa Catarina

Paula Laboissière
Da Agência Brasil
Em Brasília (DF)

A Secretaria de Estado de Saúde de Santa Catarina alerta para os cuidados que a população deve ter com os alimentos, a água e a limpeza das residências assim que a água começar a baixar.

A orientação é não consumir qualquer alimento que ficou submerso ou umedecido, mesmo que esteja em embalagem de plástico ou em lata. Caso tenha faltado energia elétrica na residência, também não devem ser consumidos os alimentos que estavam em geladeira, ainda que não tenham entrado em contato com a água da chuva. Também não devem ser consumidos produtos que apresentarem alterações de cor, de odor ou de consistência.

A secretaria alerta que a ingestão de água contaminada provoca riscos de hepatite A e de diarréias. Por isso, moradores de casas abastecidas pelo sistema público devem entrar em contato com a empresa responsável pela distribuição, caso observem alguma alteração na água que sai das torneiras.

Outra orientação é evitar contato com a lama depositada nas ruas pela enxurrada, por causa do risco de infecções. O ideal é usar sempre luvas e botas de borracha para os serviços de limpeza da casa. É necessário limpar e desinfectar os reservatórios de água mesmo que eles não tenham sido atingidos pela chuva.

Sobre a leptospirose, transmitida por roedores domésticos, a secretaria alerta que o período de incubação da doença pode variar de um a 30 dias a partir do contato com o agente infeccioso. A população catarinense deve ficar atenta a sintomas como febre alta, dor de cabeça e dores musculares. Em quadros mais graves, pode haver coloração amarelada da pele e das mucosas, insuficiência renal, hemorragias e alterações neurológicas que podem levar à morte.

A população deve ter cuidado especial durante a remoção de entulhos e do lixo doméstico, diante da possibilidade de encontrar animais peçonhentos como aranhas, cobras e escorpiões, que com as enchentes são retirados de seus habitats. A orientação é sacudir roupas, sapatos e colchões antes de usá-los, além de não andar descalço. Em caso de ataques de um desses animais, a pessoa deve aguardar por socorro deitada, para diminuir a absorção do veneno. Parentes e amigos não devem tentar extrair o veneno nem amarrar o local afetado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos