Arenavírus pode ter causado morte de engenheiro sul-africano, suspeita ministério

Flávia Villela
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde, está investigando a suspeita de que o engenheiro sul-africano William Charles, 53 anos, tenha morrido em conseqüência de febre hemorrágica causada pelo arenavírus, comum na África e transmitido por fezes e urina de roedores ou pacientes infectados. Ele morreu na manhã de ontem (2), na Casa de Saúde São José, na zona sul do Rio de Janeiro.

Chuvas no Rio

As fortes chuvas que atingem o Rio de Janeiro há semanas já deixaram mais de 15 mil desabrigados e desalojados em Campos dos Goytacazes. Cerca de 20 abrigos do município recebem as pessoas que tiveram de deixar suas casas


Charles estava no Brasil desde 25 de novembro para fazer palestras. No sábado (29), o engenheiro passou mal e foi internado com quadro clínico de febre, vômito, sangue na urina, aumento do fígado e pequenas erupções na pele. Segundo a Casa de Saúde São José, ele ficou em isolamento durante o período de internação. O corpo permanece em uma área isolada do hospital, que aguarda orientação do Ministério da Saúde.

Os técnicos da Fiocruz já descartaram as hipóteses de que a morte de Charles tenha sido provocada pelo vírus ebola, dengue hemorrágica, marburg, leptospirose, hantavirose ou hepatite. Em nota, o Ministério da Saúde confirmou que a principal suspeita é que o engenheiro foi vítima de contaminação pelo arenavírus.

De acordo com o ministério, não há relatos de contágio nas pessoas que estiveram em contato com Charles. Ainda segundo a nota, os profissionais de saúde que cuidaram o engenheiro estão sendo acompanhadas pelas autoridades sanitárias. O ministério esclareceu também não é recomendada quarentena para quem tiver com suspeita do vírus, porque o contágio ocorre apenas após o aparecimento dos sintomas. O período de incubação do arenavírus varia de sete a 16 dias.

O Consulado da África do Sul, em São Paulo, informou na manhã de hoje (3) que ainda não recebeu o passaporte de Charles. Por isso, preferiu não confirmar a nacionalidade do engenheiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos