Corpo de empresário sul-africano será cremado às 16h no Rio

Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)

O corpo do empresário sul-africano Willian Charles Erasmus será cremado hoje, às 16h, no Cemitério do Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. Ele morreu na última terça-feira (2) na Casa de Saúde São José, no Humaitá, em conseqüência de febre hemorrágica.

Os médicos ainda não identificaram a causa da morte. A principal suspeita é que ele tenha sido infectado pelo arenavírus, que é transmitido aos homens por secreções de ratos contaminados. O corpo do empresário foi levado em um caixão de zinco lacrado para o Crematório do Cemitério do Caju na noite de ontem (3).

Por medida de segurança, as 65 pessoas que podem ter tido contato direto com secreções do sul-africano, como urina, fezes, suor, saliva e vômito, estão sendo monitoradas por equipes da Secretaria Estadual de Saúde. O infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) José Cerbino Neto disse ontem que o grupo não está de quarentena porque a contaminação só ocorre quando há aparecimento dos sintomas.

O Consulado da África do Sul disse que todas as informações estão sendo divulgadas pelo Ministério da Saúde, que hoje ainda não se pronunciou oficialmente sobre a morte do empresário.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos