Ministério libera R$ 45 milhões para atingidos por chuvas em Santa Catarina

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, liberou nesta quinta-feira (4) a primeira parcela, de R$ 45 milhões, de recursos destinados ao Estado de Santa Catarina, a serem aplicados na recuperação de ruas, reconstrução de casas, escolas, postos de saúde, coleta de lixo e demais obras necessárias para o retorno à normalidade nos municípios afetados por enchentes, enxurradas e deslizamentos.

"Fizemos um grande esforço para liberar essa primeira parcela o mais rápido possível. Mesmo em situações dolorosas como essa em Santa Catarina, temos que liberar os recursos como manda a lei", justificou o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima.

De acordo com o ministério, o plano de trabalho do governo de SC, contendo as principais ações e os municípios mais atingidos, chegou à Defesa Civil Nacional no início da tarde de hoje. O documento, no qual foram listados 65 municípios, era necessário para que se definisse o quantitativo a ser liberado na primeira etapa.

Os recursos são provenientes da Medida Provisória 448, de 26 de novembro, assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e que liberou R$ 1,6 bilhão para os desalojados.

A MP autorizou recursos extraordinários para ações em áreas de calamidade pública: R$ 720 milhões foram destinados para atividades de Defesa Civil; R$ 350 milhões para recuperação de portos; R$ 280 milhões para recuperação de estradas; 150 milhões para ações das Forças Armadas e R$ 100 milhões para ações de saúde. Além desses recursos, outros R$ 370 milhões serão oriundos do Ministério da Fazenda, por meio de títulos públicos.

Saldo das chuvas
A Defesa Civil estadual já contabilizou 118 mortos e 31 desaparecidos. Mais de 32 mil pessoas estão desalojadas e desabrigadas devido às chuvas fortes das últimas semanas. O Estado confirmou cinco casos de leptospirose. São 144 casos suspeitos investigados até o momento.

Saiba como e o que doar aos desabrigados

Nesta quinta, a Defesa Civil monitora o nível de rios no município de Itajaí, um dos mais atingidos, com o objetivo de retirar as pessoas que ainda continuam em locais com risco de desmoronamento.

De acordo com diretor da Defesa Civil municipal, Sérgio Burgonovo, até agora, foram interditadas 43 casas, mas é possível que este número aumente.

A Secretaria de Educação de Blumenau autorizou o pagamento, em dinheiro, a professores e coordenadores pedagógicos da cidade que estiverem interessados em converter 10 dias de férias em prestação de serviços em abrigos do município.

Veja a situação de cada município (para mais informações, passe o mouse sobre a cidade):




Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos