Escolas atingidas em Santa Catarina recebem R$ 855 mil do MEC

Do UOL Notícias
Em São Paulo (SP)*

Atualizado às 22h05

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), aprovou nesta segunda-feira (8) o repasse de R$ 855 mil para escolas de 12 municípios de Santa Catarina atingidos pelas chuvas - Blumenau (que receberá R$ 365 mil), Brusque, Camboriú, Gaspar, Ilhota, Itajaí, Itapoá, Luiz Alves, Nova Trento, Rio dos Cedros, Rodeio e Timbó. As informações são do MEC e da Agência Brasil.

Durante a noite desta segunda, o número de mortos no Estado subiu para 123, de acordo com levantamento da Defesa Civil. Vinte e nove pessoas continuam desaparecidas. O total de desabrigados e desalojados é de 33.475 desalojados e desabrigados, sendo 6.239 desabrigados e 27.236 desalojados.

A verba que será recebida pelo Estado, acrescida ao repasse financeiro do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), destina-se à restauração de unidades escolares e ao restabelecimento das atividades pedagógicas nessas escolas, com a aquisição de bens e materiais e da contratação de serviços.

Santa Catarina estuda condições do solo

O governo do Estado de Santa Catarina anunciou a criação da Fundação de Amparo a Pesquisas, que será integrada por especialistas e pesquisadores



Em 29 de novembro, a Secretaria de Educação de Santa Catarina autorizou as escolas estaduais a anteciparem o fim do ano letivo nas unidades que não tivessem condições de dar continuidade às aulas.

Vítimas são cadastradas em Blumenau
A Prefeitura de Blumenau disponibiliza a partir desta segunda-feira (8) cinco postos de cadastramento para as vítimas das enchentes no município catarinense. De acordo com a prefeitura, a população atingida no local é de 103 mil pessoas, com 25 mil desalojados em casas de parentes e 3.275 mil desabrigados em abrigos públicos. O município registra 24 mortos por soterramento.

"Estamos cadastrando todo mundo para ter uma noção mais exata da necessidade da população em comparação com a estrutura de atendimento dos serviços públicos", afirma o secretário de Orçamento e Gestão de Blumenau, Márcio Hugo. Através do cadastro, os atingidos poderão ter acesso ao amparo das secretarias de Assistência Social e Regularização Fundiária e Habitação. O secretário não arrisca estabelecer um prazo para que os atingidos recebam o auxílio.
De acordo com a prefeitura, os atingidos deverão informar qual dano aconteceu em sua residência e explicitar o apoio e o benefício de que necessitam. Também deverão levar documentos como RG, CPF, título de eleitor e comprovante de residência. A lista de postos de atendimento está no site da prefeitura.

Doações
Blumenau ainda precisa de alimentos não-perecíveis, principalmente, para crianças, como leite em pó e achocolatados. O governo do município pede ainda produtos de higiene pessoal, como fraldas descartáveis e absorventes.

Em comunicado, a prefeitura de Blumenau informou que a cidade ainda precisa de doações e que há lugar para estocar os produtos. De acordo com a nota, a central de abastecimento, no momento, têm quantidade suficiente de roupas e de colchões.

Saiba como e o que doar aos desabrigados

Hoje, o consulado alemão faz a entrega de alimentos, cobertores e combustível para as vítimas da enchente em Blumenau. O valor total da doação é de R$ 140 mil.

Veja a situação de cada município (para mais informações, passe o mouse sobre a cidade)





*Com informações da Agência Brasil e do MEC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos