Polícia Federal pára por 24 horas na quarta-feira

Silvana Salles
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Os policiais federais e civis farão uma paralisação de 24 horas em todo o país nessa quarta-feira (10), em protesto contra um Projeto de Emenda Constitucional (PEC) que transforma os delegados de polícia em carreira jurídica, sem criar um novo modelo para os demais cargos. Por conta da greve, os aeroportos entrarão em operação padrão, o que poderá causar filas - em Congonhas, todos os passageiros deverão apresentar RG e passagem aérea no portão de embarque. As emissões de passaportes também serão suspensas durante o dia.

Em São Paulo, a paralisação terá início às 8h em frente à sede do Sindicato dos Servidores Públicos, Civis e Federais do Departamento de Polícia Federal no Estado de São Paulo (Sindpolf-SP), no bairro da Lapa.

O sindicato entende que o atual modelo de carreira da Polícia Federal beneficia as atividades cartoriais em detrimento das investigativas. A entidade pede a modernização da carreira policial, permitindo que os agentes subam degraus da carreira com base no mérito e possam ocupar postos de comando em planejamento e execução de operações.

"Hoje, um agente entra na PF sendo um nada e vai sair daqui a 15 anos sendo um nada especial", disse o presidente do Sindpolf-SP, Rogério Almeida. "Não há estímulo para continuar na carreira".

Almeida defende que a proposta de emenda seja substituída por um projeto de Lei Orgânica para a Polícia Federal que crie cargos e competências menos atrelados à burocracia.

A PEC 549/06, de autoria do deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), identifica o delegado de polícia como um agente político e o equipara às carreiras de juiz e promotor. O projeto tramita atualmente na Câmara.

"Essa proposta fragmenta e é elitista; não melhora em nada a estrutura da polícia", diz Almeida. O presidente do Sindpolf-SP afirma ainda que sindicatos de policiais federais em todos os Estados ratificaram a greve e que lideranças regionais foram procuradas em Brasília por associações da Polícia Civil interessadas em apoiar os grevistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos