Após forte chuva, São Paulo registra três pontos de alagamento

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 21h28

Após a tempestade que atingiu São Paulo no final da tarde desta quarta-feira (10), causando 11 pontos de alagamento, a situação começa a se normalizar, segundo o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências). Agora todas as regiões paulistanas estão apenas em estado de observação e apenas três pontos de alagamento seguem ativos.
  • Ricardo Nogueira/Folha Imagem

    Chuva escureceu o centro da capital mais cedo nesta quarta


Uma está na zona oeste, na rua Alvarenga, perto da av. Afrânio Peixoto; outro na zona norte, na av. Cruzeiro do Sul, perto do terminal rodoviário Tietê; e o terceiro na zona sul, na marginal Pinheiros, próximo a rua Eng. Mesquita Sampaio.

O forte calor na cidade - alguns bairros superaram os 32ºC hoje -, aliado a chegada de uma frente fria na região Sudeste, fez com que as áreas de instabilidade se formassem sobre a Grande São Paulo.

De acordo com o CGE, choveu forte nas cidades de Suzano e Mogi da Cruzes, e as nuvens avançaram sobre a capital. A chuva forte atingiu principalmente as regiões da Lapa e Pinheiros e seguiu para as zonas norte e leste.

A água veio acompanhada de rajadas de vento e pode haver queda de granizo. No aeroporto de Congonhas, ainda segundo o CGE, os ventos chegaram a 40km/h. O aeroporto fechou para operações entre 18h40 e 19h25.

Trânsito
O congestionamento ficou complicado por volta das 19h30, com cerca de 127 km de lentidão, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Mas, por volta das 21h30, eram registrados apenas 70 km de filas nas vias monitoradas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos