Lula visita desabrigados em SC nesta sexta-feira

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis (SC)

O presidente Lula fará a segunda visita a Santa Catarina nesta sexta-feira (12) em menos de 20 dias. Pela programação, deve visitar áreas atingidas e conversar com desabrigados em razão de deslizamentos de terra e alagamentos no Vale do Itajaí. O protocolo presidencial ainda guarda mistério sobre o anúncio de uma nova liberação de recursos.

Por enquanto, R$ 42 milhões foram liberados para recuperar parte da estrutura danificada e atender às vítimas. Na primeira visita de Lula, dia 26 de novembro, foi anunciado o envio de recursos da ordem de R$ 1,6 bilhão para atender os Estados de Santa Catarina, Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul e Espírito Santo. Na oportunidade, o presidente disse que 90% da verba seria destinada ao território catarinense, por meio de medida provisória.

Decreto que autoriza saque do FGTS para vítimas de SC será publicado nesta sexta

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva viaja nesta sexta-feira (12) a Santa Catarina tendo assinado o decreto que libera saques do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para as vítimas das enchentes no Estado

A agenda da nova visita ainda não foi divulgada na íntegra. Lula deve chegar ao Estado pelo aeroporto de Navegantes às 14 horas, onde será recepcionado pelo governador Luiz Henrique da Silveira. Assim como fez na primeira visita, Lula e o governador devem sobrevoar os municípios de Ilhota, Luiz Alves e Gaspar.

Na seqüência, em Blumenau, visitarão desabrigados na escola Vidal Ramos. A chegada no local está prevista para as 15 horas. Lula deve passar um tempo conversando com as vítimas das chuvas.

No meio da tarde, por volta das 16 horas, a caravana presidencial vai a Itajaí, onde o presidente visitará o porto. O terminal teve dois de seus três berços prejudicados com as fortes chuvas entre o fim de novembro e o início deste mês e é o único com recursos carimbados na MP, que vai destinar R$ 350 milhões para sua recuperação.

No local, Lula deve dar entrevista coletiva. A expectativa é que o presidente anuncie a provisão do restante da verba garantida na MP. Esta semana, o governador esteve em Brasília e estimou em R$ 1,3 bilhão o total necessário para recuperar a infra-estrutura abalada. Nesta quarta-feira, o Departamento Nacional de Infra-estrutura e Transportes (Dnit) confirmou a entrega de R$ 120 milhões para reparos nas estradas federais que cortam Santa Catarina.

Luiz Henrique da Silveira deve entregar ao presidente a proposta que prevê transformar em investimento a dívida que o Estado tem com a União. O governador pedirá a redução de 30% do débito para redirecionar o dinheiro ao atendimento a vítimas e à recuperação da estrutura.

Atualmente, Santa Catarina paga cerca de R$ 12 bilhões ao ano para a União - R$ 95 milhões por mês. Com a diminuição da dívida, o governador teria aproximadamente R$ 30 milhões à disposição como recurso para reconstruir o Estado.

Saldo de vítimas
De acordo com o último balanço da Defesa Civil do Estado, o número de mortos chega a 126. Vinte e sete pessoas continuam desaparecidas: seis delas em Gaspar e 21 em Ilhota. O número de desalojados e desabrigados é 33.479, sendo 6.243 desabrigados e 27.236 desalojados.

Veja a situação de cada município (para mais informações, passe o mouse sobre a cidade)



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos