CNJ estuda outras medidas contra suspeitos de venda de sentenças no ES

Da Agência JB

O corregedor Nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp, recebeu a cópia do inquérito penal do Superior Tribunal de Justiça que investiga crimes contra a administração pública e envolvimento num esquema de venda de decisões de que são acusados o presidente afastado do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, Frederico Guilherme Pimentel, dois outros desembargadores, um juiz e uma diretora do tribunal.

O ministro disse nesta segunda-feira (15) que vai analisar outras medidas administrativas que poderão ser anunciadas, amanhã (16), durante a última reunião ordinária do ano do Conselho Nacional de Justiça.

Os integrantes do TJ-ES chegaram a ser presos, em caráter temporário, quando da deflagração da Operação Naufrágio, da Polícia Federal, na semana passada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos