Santo Antonio de Pádua, no Rio de Janeiro, decreta estado de emergência

Da Agência JB
No Rio de Janeiro

O município de Santo Antonio de Pádua, no Rio de Janeiro, decretou estado de emergência por causa da chuva. A cidade está embaixo d'água depois que o rio Pomba transbordou. A enchente é considerada a pior desde a última grande chuva em 1979.

Em alguns bairros como de Trajano, a água da chuva já atingiu o segundo andar de várias casas. As áreas mais baixas como o centro da cidade e bairros como Cidade Nova e Ferreira estão completamente inundadas. Há informação de que dois homens estão desaparecidos depois de terem sido arrastados pela enxurrada.

Os bombeiros da cidade tiveram que abandonar a unidade depois que o prédio ficou completamente inundado. Vários moradores foram levados para escolas públicas e estão alojados também em casas de parentes e de amigos. Até o hospital da cidade está completamente embaixo d'água.

Desalojados no norte e noroeste
Levantamento feito pela coordenação da Defesa Civil do Rio mostra que as chuvas registradas ontem nas regiões norte e noroeste deixaram 2.484 desalojados e 173 desabrigados. A maioria das vítimas é moradora da cidade de Lage do Muriaé, onde o rio Muriaé transbordou, inundando casas e ruas. A inundação afetou 8,5 mil moradores.

Em todo o Estado, os municípios mais afetados pelas chuvas são Santo Antônio de Pádua, Itaperuna, Cardoso Moreira, Natividade, Itaocara e Cambuci, onde foram registradas inundações. A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil ressalta que as chuvas de ontem já afetaram mais de 14.195 pessoas em todo Estado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos