Um em cada três municípios tinha mais da metade da população na pobreza absoluta em 2003

Thais Leitão
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

Um em cada três municípios brasileiros tinha mais da metade de sua população vivendo na pobreza absoluta em 2003. Na Região Nordeste, que concentrava o maior número de cidades nessa situação, o índice era de 77%, mais do que o dobro da média nacional (32,6%).

Nordeste é a região mais distante de vencer barreira da linha da pobreza, diz IBGE

No NE, a distância média dos pobres em relação ao parâmetro da linha de pobreza é de 28,6%. A média nacional é 10,7%.

A constatação faz parte do Mapa de Pobreza e Desigualdade, divulgado nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A ferramenta, apresentada em DVD, foi produzida em parceria com o Banco Mundial com base nos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares do período entre 2002 e 2003 e do Censo 2000 e permite identificar linhas regionais de pobreza e detectar suas diferenças regionais e municipais.

O mapa revela que, no outro extremo, a Região Sul é que apresenta menor número de municípios com população vivendo na pobreza absoluta: apenas 0,9% das cidades tem mais do que 50% de seus habitantes nessa situação. Em seguida, aparecem as Regiões Centro-Oeste, onde 12,1% dos municípios estavam nessa condição, Sudeste, com 13,3%, e Norte, com 28,7%. Todas as quatro regiões apresentam índices abaixo do que a média do país.

Outra constatação apontada por meio da nova ferramenta do IBGE diz respeito à desigualdade. As regiões com menores proporções de municípios com mais de 50% de pobres foram as que apresentaram os maiores índices de desigualdade (medidos pelo Índice Gini, que calcula as desigualdades na distribuição da renda).

O Nordeste, que tinha 77% de municípios com mais da metade da sua população vivendo na pobreza, apresentou os índices de desigualdade menos intensos: 36,9%, perdendo apenas para a Região Sul (15%). Ambas ficaram abaixo da média nacional, de 40,7%. As outras regiões apresentaram os seguintes índices: Norte, 48,1%; Sudeste, 52%, e Centro-Oeste: 73,5%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos