Funcionários de empresas aéreas fazem manifestação no Aeroporto Internacional do Rio

Vitor Abdala
Agência Brasil

Os funcionários de empresas aéreas que atuam no Aeroporto Internacional Tom Jobim, do Rio de Janeiro, fizeram hoje (22) manifestação no Terminal 2 do aeroporto para reivindicar aumento do piso salarial dos operadores de equipamentos de viaturas e melhorias nas condições de trabalho.

O ato gerou atrasos em alguns vôos. A categoria fez uma paralisação das 5h às 8h, fechando a rua que dá acesso ao aeroporto, o que provocou um engarrafamento de oito quilômetros nos arredores do Tom Jobim. De acordo com a secretária-geral da Federação Nacional da Aviação Civil, Selma Balbino, essa é uma paralisação de advertência e caso não recebam nenhuma resposta das companhias aéreas, os funcionários farão um protesto no dia 24, véspera de Natal.

A manifestação ocorre depois de um fim de semana de atrasos em diversos aeroportos brasileiros. Hoje, até as 8h, 17% dos vôos do Aeroporto Internacional do Rio haviam sofrido atrasos. Em nota, a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) informou que as condições climáticas e o número reduzido de trabalhadores da Gol são alguns dos problemas que geram atrasos nos vôos em todo o país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos