Cesar Maia inaugura a Cidade da Música no Rio de Janeiro

Da Agência JB
No Rio de Janeiro

Em clima de correria e com muita chuva, o prefeito Cesar Maia inaugurou a Cidade da Música, na Barra da Tijuca, na sexta-feira. Com uma platéia magra de cerca de 70 convidados, o prefeito se emocionou diante da orquestra da Guarda Municipal e garantiu que 95% da obra já foi concluída. Apesar da polêmica com relação ao custo de R$ 518 milhões do empreendimento, segundo ele um monumento que ficará para as gerações futuras, Cesar Maia revelou que a decisão de levantar a Cidade da Música foi difícil mas será valorizada no tempo exato.

"As críticas são sempre muito importantes. Esta obra não se mede em votos, mas na formação de platéias, de músicos e no desenvolvimento cultural do Rio", disse o prefeito.

Durante a cerimônia de inauguração, Cesar Maia também confessou aos presentes que a obra do Pan 2007 desorganizou o orçamento de sua administração em 2000.

"Foi um evento importante para a cidade, mas a prefeitura teve seu orçamento abalado. O Pan não fazia parte do programa de governo do ano de 2000", frisou Maia, que isentou a Cidade da Música. "No caso da Cidade da Música não, já que era prevista a construção de um grande centro com recursos destacados e previstos".

O prefeito falou sobre a continuidade da Cidade da Música. "Acredito que a futura prefeitura dará continuidade. Um equipamento deste é muito forte, independente de boas ou más administrações. Se eu tivesse recebido este monumento, eu não poderia deixar de dar mais brilho a ele. Acho que a continuidade está garantida, as pessoas que estão assumindo o governo sabem o valor da arte", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos