Sobe para 31 o número de municípios gaúchos atingidos pela seca

Da Agência Brasil
Em Brasília

A forte chuva que atingiu o Rio Grande do Sul na última terça-feira (22) não alterou os efeitos da longa estiagem que castiga o Estado. Ontem (25), os municípios gaúchos Severiano de Almeida e Marcelino Ramos decretaram situação de emergência.

De acordo com a Defesa Civil estadual, agora são 31 cidades em situação de emergência pela falta de água e pelas altas temperaturas.

"Nós acreditamos que o número de municípios em estado de emergência possa chegar a 100", disse o coordenador regional da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Souza.

A área rural é a mais atingida pela seca. Houve perdas na produção de milho, soja, feijão e leite. Além disso, o nível dos rios e dos reservatórios está baixo.

O Serviço Municipal de Águas e Esgotos de São Leopoldo (Semae) registrou, no início da semana, apenas 50 centímetros de água acima das bombas de captação do rio dos Sinos. Hoje, de acordo com o monitoramento do Semae, o nível dos rios Sinos e Gravataí subiu e está entre 70 centímetros e 1 metro acima das bombas de captação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos