Governo do Rio distribui 40 mil pulseiras de identificação de crianças em rodoviária

Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)

A Fundação para Infância e Adolescência, vinculada à Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, está distribuindo 40 mil pulseiras de identificação no setor de embarque da Rodoviária Novo Rio, no centro da capital fluminense. A iniciativa tem o objetivo de evitar o desaparecimento de crianças no terminal, onde o o fluxo de pessoas aumenta nesta época do ano.

Segundo a Socicam, concessionária que administra a Novo Rio, 170 mil pessoas devem passar pelo local nos últimos dias de 2008. O coordenador da campanha SOS Criança Desaparecida, Luiz Henrique Oliveira, ressaltou a importância da identificação civil e da atenção que os pais devem ter com as filhos em locais públicos.

"A campanha quer reforçar a cultura de identificação no nosso país, fazendo com que a criança tenha o direito de brincar. O guardião, seja pai ou mãe, deve segurá-la pela mão, orientando sempre. Caso ocorra um desaparecimento temporário, deve haver um ponto já estabelecido ou mesmo procurar um guarda municipal ou um policial militar", orientou.

O lema da campanha SOS Criança Desaparecida, que termina hoje (30), é "Não Espere 48 Horas! Registre o Desaparecimento Imediatamente na Delegacia". Este ano, 184 crianças desapareceram no Rio de Janeiro, das quais 100 retornaram para casa. A campanha, que existe há 13 anos, é realizada no período de férias em pontos de grande fluxo de pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos