Nível de rios fluminenses baixa e cidades começam a se recuperar das chuvas

Da Agência Brasil

O nível dos rios no norte fluminense está diminuindo desde a tarde de ontem (29) com a trégua das chuvas. De acordo com o coordenador da Defesa Civil no norte e noroeste do estado, coronel Moacir Pires, Campos dos Goytacazes é a única cidade em que o rio Paraíba do Sul ainda está com volume bastante acima do normal.

O coronel Moacir Pires informou ainda que a situação das cidades voltou a se normalizar e se a previsão de chuvas para os próximos dias não se confirmar, todas as regiões afetadas devem se recuperar em breve.

"A situação é bem mais confortável que há duas semanas, apesar de algumas cidades terem decretado estado de emergência em função dos estragos. Mas se os rios continuarem baixando e continuar chovendo pouco na nossa área e na cabeceira dos rios também, a volta das pessoas que estão em abrigos para as suas residências aumentará e muito", disse o coronel.

A Coordenação da Defesa Civil Estadual mantém o balanço das chuvas divulgado ontem em que o número de desalojados, entre os dias 15 e 28 de dezembro, chega a 31.292 e o de desabrigados a 1.999. O órgão registra também 12 municípios em situação de emergência e estado de calamidade pública na cidade de Cardoso Moreira onde existem 80 moradores desalojados e 20 desabrigados, em função da cheia do Rio Muriaé.

Em Santo Antônio de Pádua, a Defesa Civil contabiliza 20 mil desalojados e 400 desabrigados. Itaperuna e Laje do Muriaé, juntos, têm 2.315 desalojados e 255 desabrigados.

A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil informou que as chuvas dos últimos dias já afetaram mais de 61,4 mil pessoas em todo o Estado do Rio de Janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos