Chuvas provocam aumento do número de desabrigados e desalojados no RJ

Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro (RJ)

Chega a 32,5 mil o número de desalojados no Rio de Janeiro em conseqüência das enchentes provocadas pelas chuvas que caem sobre diversos municípios desde dezembro. Já o total de desabrigados é de 2.600.

De acordo com o balanço divulgado na manhã de hoje (6) pela secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil (Sedesc), depois da estiagem dos últimos dias, a chegada de uma nova frente fria trazendo mais chuvas à região causou elevação do nível dos rios Muriaé, Carangola, Pombas e Paraíba do Sul, que cortam as regiões norte e noroeste do Estado.

Doze municípios continuam em situação de emergência e as condições são mais graves em Cardoso Moreira, no norte fluminense, onde foi decretado estado de calamidade pública. As outras cidades que mais correm perigo são: Itaperuna, Natividade, Porciúncula, Bom Jesus de Itabapoana, Italva e Laje do Muriaé, onde três casas desabaram ontem (5). Não houve vítimas.

Ainda de acordo com a Sedesc, as chuvas dos últimos dias já afetaram pelo menos 62.720 pessoas em todo o Estado.

O Corpo de Bombeiros alerta a população que mora em baixadas ou em áreas ribeirinhas para proteger os móveis e separar, em bolsas e mochilas, documentos e objetos de uso pessoal. As autoridades também recomendam que os moradores evitem as áreas de encosta. A previsão é de que as chuvas continuem em todo o Rio de Janeiro até sexta-feira (9).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos