Chuvas dão trégua em MG, mas número de mortes causadas pelas cheias sobe para 25

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias
Em Belo Horizonte (MG)

Apesar de as chuvas terem diminuído de intensidade em Minas Gerais e existir apenas previsão de pancadas de chuvas isoladas na Zona da Mata e Triângulo Mineiro para o fim de semana, o número de mortes causadas pelas chuvas no Estado passou de 24 para 25 e os municípios em situação de emergência subiram de 66 para 69.

A Defesa Civil Estadual confirmou a morte de Mateus José Martins, 79 anos, na cidade de Espera Feliz (Zona da Mata). Um deslizamento de terra provocado por intenso temporal soterrou a casa dele, na quarta-feira (07).

Mais chuva em SC

A Defesa Civil de Santa Catarina elevou para 14 o número de cidades em situação de emergência devido às chuvas. Ao menos 19 cidades são afetadas pelo mau tempo desde o fim de semana no sul do Estado

Desde setembro, início da temporada de chuvas no Estado, 327 pessoas ficaram feridas em decorrência de problemas relacionados com o mau tempo. As cidades de Pavão (Norte), São Joaquim de Bicas (Região Central) e Volta Grande (Zona da Mata) foram as mais recentes a serem reconhecidas pela Defesa Civil Estadual nessa condição.

Segundo o órgão, os desabrigados no Estado chegam a 8.000 e 66.107 pessoas estão desalojadas, ou seja, foram acolhidas em casas de parentes ou vizinhos. Ao todo, 670 mil pessoas foram afetadas de alguma maneira pelos temporais em diversas regiões.

Cidades da Zona da Mata como Carangola, Manhuaçu, Manhumirim, Ponte Nova e Muriaé estão entre os municípios mais castigados pelas chuvas. O governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), visitou nesta quinta-feira (8) a cidade de Manhuaçu. Ele anunciou recurso de R$ 30 milhões para as cidades mais afetadas pelas águas.

Segundo a defesa civil, 553 casas foram destruídas e 21.786 foram danificadas no Estado, além de 68 pontes terem ruído e 82 apresentarem rupturas na estrutura.

O governador voltou a pedir aos prefeitos a implementação efetiva de defesas civis nas localidades que ainda não têm o órgão, ou onde ele funciona de maneira ineficaz. "O período de chuvas ainda não terminou e é fundamental que as coordenadorias municipais estejam funcionando" disse Aécio, que na terça-feira (6), em Belo Horizonte, havia atribuído parcela de responsabilidade pelos danos causados às prefeituras que detêm defesas civis inoperantes.

Ele havia afirmado também que a prioridade no repasse de verbas não obrigatórias do governo estadual seria dada os municípios onde os órgãos estivessem funcionando de forma eficiente.

Segundo dados do órgão estadual, de 600 cidades que possuem defesa civil, apenas 150 realmente estão aptas a prestar auxílios aos moradores tanto na prevenção como em situação de emergência. Minas Gerais tem 853 municípios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos