Chuva deixa pelo menos 15 mil moradores de Paraty-RJ sem água potável, segundo Defesa Civil

Vitor Abdala
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

Pelo menos 15 mil moradores de Paraty (RJ), no sul fluminense, estão sendo afetados pelo corte no abastecimento de água potável, por causa da forte chuva que atingiu a cidade na madrugada de ontem (10), segundo estimativa da Defesa Civil Municipal. O temporal provocou a cheia do Rio Perequê-açu e, conseqüentemente, a destruição da rede de fornecimento de água de metade do município.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Paraty, Antônio Tavares, uma obra emergencial está sendo feita para reconstruir, de forma provisória, o sistema de água. A previsão é que ela seja concluída até terça-feira (13). As obras definitivas só devem ficar prontas em duas semanas.

O município, que decretou ontem situação de emergência, teve prejuízos de mais de R$ 5 milhões, de acordo com Tavares. "Segundo nosso levantamento preliminar, são sete casas destruídas e 180 casas parcialmente danificadas. Uma adutora, um muro de contenção e uma estrada e cabeceiras de pontes também foram danificadas. São muitas perdas", disse.

Segundo o coordenador da Defesa Civil, parte das mil pessoas desalojadas já começou a retornar para suas casas. Além de Paraty, estão em situação de emergência, desde dezembro do ano passado, 12 municípios fluminenses, sendo 11 no norte e um no Vale do Paraíba. O município de Cardoso Moreira, no norte fluminense, decretou, também em dezembro, estado de calamidade pública.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos