Defesa de Lindemberg recorre contra júri popular por morte de Eloá

Rosanne D'Agostino
Do UOL Notícias
Em São Paulo

A defesa de Lindemberg Alves, que vai a júri popular pela morte da adolescente Eloá Pimental, 15, entrou com habeas corpus no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) pedindo a nulidade dos interrogatórios de testemunhas do processo a que ele responde pelo crime. O pedido será decidido pela 16ª Câmara de Direito Criminal do TJ.

Lindemberg é réu pelo sequestro e assassinato da ex-namorada, que ocorreu em outubro de 2008. Ele manteve Eloá e a amiga, Nayara Rodrigues, 15, reféns, por mais de cem horas.










Em interrogatório na última quinta (8), no Fórum de Santo André, o réu permaneceu calado. O acusado foi o último a ser ouvido pela Justiça de São Paulo, após quase dez horas de depoimentos -cinco testemunhas de acusação e nove de defesa. Naquela sessão, ficou decidido que ele irá ser julgado por júri popular.

Após a sessão, Ana Lúcia Assad, advogada de Lindemberg, afirmou que iria apresentar dois recursos para impedir que seu cliente vá a júri. O primeiro seria contra a sentença de pronúncia e, o segundo, um habeas corpus pedindo a nulidade do interrogatório.

Entre as alegações está o cerceamento da defesa, já que, segundo ela, provas requeridas antes do interrogatório não foram anexadas a tempo, como um laudo sobre suposta mancha de sangue na arma de um policial do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) e a degravação de mídias contendo a cobertura da imprensa sobre o caso.

A advogada também disse que chegou a pedir que o juiz intimasse mais dois policiais a depor, além de mais tempo para analisar os dados da reconstituição do crime - que só foram juntados ao processo um dia antes dos interrogatórios. O pedido foi negado pelo juiz José Carlos de França Carvalho Neto, da Vara do Júri de Santo André, que ouviu os depoimentos.

Lindemberg responde pelos crimes de sequestro seguido de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e sem possibilidade de defesa da vítima), tentativa de homicídio, cárcere privado e disparo de arma de fogo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos