Governo italiano apela a Lula para rever refúgio dado a acusado de terrorismo pela Itália

Da Agência Brasil

O governo da Itália se disse surpreso e desapontado com a decisão tomada ontem (13) pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, de conceder o status de refugiado a Cesare Battisti, "um terrorista responsável por crimes extremamente graves e que não tem nenhuma semelhança com um refugiado político". A afirmação foi feita em nota, divulgada hoje (14), na página do Ministéio das Relações Exteriores italiano.

Tarso nega influência política

O ministro Tarso Genro (Justiça) justificou nesta quarta-feira sua decisão de conceder refúgio político no Brasil ao italiano Cesare Battisti, preso em março de 2007 pela Polícia Federal no Rio. Segundo ele, não houve influência política em sua decisão, que foi tomada de acordo com preceitos jurídicos


No comunicado, o governo italiano informa que fez um apelo ao presidente Lula para que a decisão fosse revista. A Itália também mostrou satisfação com a decisão de novembro do Comitê Nacional para Refugiados (Conare), órgão ligado ao Ministério da Justiça, de negar o pedido de refúgio do escritor de 52 anos, Cesare Battisti.

"Isso é o mais importante num momento no qual os países do G8 e todos aqueles que, como o Brasil, estão colaborando intensamente com eles, estão sendo chamados a confirmar o seu comprometimento solene em promover medidas crescentes e efetivas no combate ao terrorismo internacional", conclui a nota. Em Brasília, a Embaixada da Itália disse que não vai comentar o assunto.

Ontem, o ministro Tarso Genro concedeu refúgio a Battisti, por entender que existe o elemento de "fundado temor de perseguição". O italiano foi condenado à prisão perpétua por duas sentenças, com processo de extradição passiva executória. No pedido de extradição, a Itália alega quatro homicídios que o escritor teria cometido entre 1977 e 1979. O voto do ministro foi dado depois de analisados os argumentos do recurso impetrado contra a negativa do Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), em novembro passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos