Renascer deve apresentar plano de demolição até as 15h desta quarta, afirma MP

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A igreja Renascer em Cristo assinou um acordo com o Ministério Público (MP) nesta terça-feira (20) se comprometendo a apresentar até as 15h desta quarta-feira (21) um plano de demolição das paredes laterais do templo do Cambuci, zona sul de São Paulo. O teto do local desabou no último domingo matando nove pessoas e ferindo mais de cem. A informação foi divulgada pelo MP após uma audiência realizada na noite desta terça. Segundo a Defesa Civil, as paredes também correm o risco de cair.

Segundo o MP, a apresentação do plano "foi uma exigência do Ministério Público depois que a subprefeitura da Sé informou que o acidente comprometeu as estruturas subsistentes do prédio, havendo risco de as paredes ruírem sobre imóveis vizinhos e freqüentadores do entorno".

O acordo foi assinado pelo bispo Geraldo Tenuta Filho, presidente da Renascer, pelo advogado da igreja, Roberto Ribeiro Junior, pelo subprefeito da Sé, Amauri Luiz Pastorello, e pela promotora Mabel Tucunduva. A igreja deve contratar uma empresa especializada para a demolição e o plano terá que ser autorizado pela subprefeitura da Sé.

Ainda de acordo com o MP, a demolição é essencial para a conclusão da perícia realizada pelo Instituto de Criminalística para apurar as causas do acidente. O trabalho dos peritos havia sido interrompido em razão do risco de novos desabamentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos